Gasolina e diesel já estão mais caro na Bahia

Menos de 24 horas após a Petrobras anunciar a elevação de preço da gasolina e do diesel nas refinarias, postos de combustíveis de Salvador e cidades do interior da Bahia já reajustaram os preços para os consumidores. Nas refinarias, o valor do litro de gasolina foi reajustado em 8,1%, enquanto o preço do diesel subiu 9,5%. Os novos valores entraram em vigor a partir desta terça-feira (6).

Na capital baiana, a gasolina passou a custar nos postos, em média, entre R$ 3,57 e R$ 3,90. Já o diesel, em média, R$ 3,20. Em Itabuna, no sul da Bahia, o litro da gasolina e do óleo diesel já estão R$ 0,12 mais caros nas bombas. A gasolina subiu de R$ 3,79 para R$ 3,91, enquanto o diesel, que custava R$ 3,10, passou para R$ 3,22.

No município de Barreiras, no oeste, a gasolina ficou R$ 0,17 mais cara – subiu de R$ 3,72 para R$ 3,89. O diesel passou a vendido R$ 0,24 mais caro – passou de R$ 2,97 para R$ 3,21.

Em Vitória da Conquista, no sudoeste, tanto o preço da gasolina quanto o do óleo diesel subiram R$ 0,18. A gasolina, vendida até então por R$ 3,88, passou para R$ 4,06. Já o diesel, que custava R$ 3,97, custa agora R$ 3,15.

saiba mais

Após duas quedas, Petrobras eleva preço da gasolina e diesel na refinaria
Preço da gasolina sobe para R$ 3,89 e surpreende consumidor em Salvador.

Em Feira de Santana, alguns postos já aumentaram o preço dos combustíveis, enquanto outros mantêm os preços antigos. Nos locais onde já teve reajuste, a gasolina já é vendida a R$ 0,23 – subiu de R$ 3,51 para R$ 3,74. Já o diesel está R$ 0,11 mais caro – passou de R$ 2,80 para R$ 2,91.

Já em Juazeiro, na região norte, o aumento ainda não foi repassado para os postos. O preço da gasolina até esta terça-feira (6) se mantinha em R$ 3,97, enquanto o valor do diesel permanecia em R$ 3,17.

Reajuste

A Petrobras justificou a decisão de reajustar o valor dos combustíveis nas refinarias pela variação do câmbio e dos preços do petróleo. “As principais variáveis que explicam a decisão do Grupo Executivo são o aumento observado nos preços do petróleo e derivados e desvalorização da taxa de câmbio no período recente. Por outro lado, a participação da Petrobras no mercado interno de diesel registrou pequenos sinais de recuperação”, divulgou a empresa.

Em outubro, a empresa mudou sua política de definição de preços. Desde então, um comitê – 0 Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) – se reúne a cada 30 dias para decidir o valor da gasolina. Nas duas últimas reuniões, em 14 de outubro e 8 de novembro, o preço da gasolina e do diesel foi reduzido.

FONTE: G1