Vírus H1N1 matou mais de 1,9 mil pessoas em 2016

Segundo o portal do Bem Estar, do G1, já tinham sido registradas 886 mortes pela em junho do ano passado. Nesta período, 95,5% do público alvo já havia sido vacinado contra o , embora a campanha de imunização só tenha começado em abril.

Os dados revelam que o balanço chegou perto do número de casos ocorridos em 2009, quando a vacina ainda estava em desenvolvimento. Naquele ano, foram 2.060 mortes relacionadas ao .

Casos ocorridos em outubro e novembro são explicados por conta de parte da população brasileira ter viajado ao hemisfério norte no fim do ano, no fim do ano, quando é inverno.

“Não dá tempo. Você precisa prever qual é o vírus que vai correr no ano seguinte. Isso só se sabe no inverno anterior do hemisfério norte. A vacina brasileira é feita com base no vírus que circulou por lá. Esse vírus é distribuído para as fábricas, que precisam de um tempo para produzir. É humanamente impossível você ter uma vacina pronta antes de abril. E ela dura mais ou menos 6 meses”, explica o infectologista do Fleury Medicina e , Celso Granato.