Estrangulamento e afogamento: preso na capital confessa feminicídio em Governador Mangabeira

Após se apresentar na 29ª Delegacia Territorial (DT), de Plataforma, Jeílson Gomes de Freitas, de 18 anos, foi conduzido para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde foi preso em flagrante, na terça-feira (8). Ele confessou o feminicídio de Roseli Silva da Paz, ocorrido na cidade de Governador Mangabeira, na madrugada de segunda-feira (7).

O corpo da vítima foi encontrado em um riacho, na localidade de Fonte dos Brejos, naquela cidade, com sinais de estrangulamento e afogamento. Conforme do diretor do DHPP, delegado José Bezerra, o casal se conheceu no dia do crime. “Houve um desentendimento entre os dois, horas antes de ocorrer o feminicídio”, afirma.

Roseli, que havia acabado de pegar de São Paulo, teve a bolsa, com o aparelho celular e cartões de banco, roubada pelo acusado. Ainda de acordo com o delegado, Jeílson Gomes confessou o crime. “Ele disse que houve uma troca de carícias e depois relembrou a discussão, quando decidiu matar a vítima”, explica. O DHPP solicitou a prisão preventiva de Jeílson, que segue preso à disposição da Justiça.

Relacionados