Conheça as diferenças entre Pós, MBA, Mestrados e Doutorado

Jardim de infância, ensino fundamental, ensino médio, cursinho, faculdade… o caminho da educação é longo e permeado de escolhas. A formatura na faculdade é, muitas vezes, apenas o início dos estudos no ensino superior, principalemente para aqueles que desejam seguir a carreira acadêmica. Dentre as opções de cursos após a faculdade estão a pós-graduação, o MBA, o Mestrado, o Mestrado Profissional e o Doutorado. Mas quais as diferenças entre todos esses?

Para tirar todas as dúvidas sobre o assunto, o IG Educação pontuou as principais diferenças e informações entre cada tipo de curso. Confira:

Pós-graduação

O Brasil permite dois tipos de cursos de pós-graduação: “lato sensu”, como as especializações e os MBA´s, e os “stricto sensu”, que são os mestrados e os doutorados. Normalmente os cursos “lato sensu” duram menos tempo e tendem a ser menos exigentes do que os “strictu sensu”. Outra grande diferença entre os dois tipos de pós é que os primeiros não precisam de autorização do MEC (Ministério da Educação) par funcionar, enquanto os segundos precisam.

1. Especialização

De uma maneira bem geral e ampla, todos os cursos realizados após a graduação são chamados de pós-graduação, mas no Brasil o termo “pós” ficou conhecido para denominar os cursos de especialização. De acordo com o MEC, normalmente a “pós” é um curso que tem o objetivo técnico ou profissional mais específico, sem abranger totalmente uma área de conhecimento. Vale ressaltar que o corpo docente deve ser integrado por, pelo menos, 50% de mestres e doutores, e os demais devem ter no mínimo a formação de especialista. A duração mínima da especialização é de 360 horas. Os trabalho finais de conclusão podem ser monografia ou artigos, dependendo do curso. Ao concluir, o aluno ganha o título de especialista.

2. MBA

Do inglês Master Business Administration, o MBA “nada mais são do que cursos de especialização em nível de pós-graduação na área de Administração”, de acordo com o MEC, ou seja, os cursos geralmente são voltados para os negócios e a administração, apesar de também existirem MBAs em comunicação e saúde. O networking é a palavra-chave do MBA: o curso em si é visto como uma oportunidade de realização e troca de contatos profissionais. A duração mínima é de 360 horas e, para se formar, são exigidas a elaboração de monografias ou outros tipos de trabalhos finais. O título de um estudante formado é de pós-graduação em nível “lato sensu”.

3. Mestrado

Os cursos de mestrado são geralmente voltados apra quem deseja seguir carreira acadêmica, se tornar professor universitário ou fazer pesquisas científicas. Como o curso é mais exigente, o indicado é que o estudante se dedique em tempo integral. O tempo médio de duração é de dois anos, que podem ser estendidos, caso o mestrando não consiga concluir sua dissertação final. A pesquisa deve ser apresentada e defendida diante de um grupo de pesquisadores e especialistas para ser aprovado; caso isso aconteça, o aluno recebe o diploma de mestre.

4. Mestrado Profissional

Regulamentado em 2009, o mestrado profissional diferencia do acadêmico por focar na qualificação profissional do aluno. Usualmente, os alunos continuam a trabalhar. A duração é de dois anos, que também podem ser estendidos. Diferentemente do mestrado acadêmico, o profissional aceita trabalhos finais como artigos, desenvolvimento de aplicativos, elaboração de estudos ou produções artísticas, mas o título é igual ao anterior, de Mestre.

5. Doutorado

Quem consegue o título de doutor pode dar aulas em faculdades públicas no Brasil. Como é voltado para a área acadêmica, indica-se que o aluno tenha interesse em desenvolver pesquisas científicas e dedique-se exclusivamente e em tempo integral ao curso. Nem sempre é preciso passar pelo mestrado para fazer o doutorado, mas talvez o aluno não esteja preparado para o nível de exigência do curso, que dura, geralmente, quatro anos. Para concluir o doutorado, o candidato precisa apresentar e defender uma tese “que represente trabalho de pesquisa importando em real contribuição para o conhecimento do tema”, de acordo com a Capes, bem como que o trabalho tenha cunho inovador.

Últimas Noticias

Poeta André Tourinho lança “Doce Caos” em Salvador

Um transbordamento de antíteses. Assim o poeta André Tourinho descreve "Doce Caos", a primeira obra autoral que lança nesta...