Dayane Pimentel ignora aliados e Capitão Alden pede diálogo a presidenta do PSL

O deputado estadual Capitão Alden (PSL) revelou em entrevista ao Informe Baiano nesta terça-feira (12/02) que ele e a colega de partido, Talita Oliveira (PSL), estão sendo ignorados pela presidenta da sigla na Bahia, deputada federal Dayane Pimentel, que era considerada o braço-direito do presidente Jair Bolsonaro no estado.

“Eu e a deputada Talita temos o mesmo entendimento. Estamos aguardando. Até o presente momento, desde a nossa eleição, não tivemos nenhuma conversa, nem orientação partidária da presidente do partido. Só conversamos com o vice-presidente Toinho”, disse o parlamentar.

Em relação a polêmica sobre o partido indicar pessoas sem qualificação para ocupar cargos em prefeituras baianas, ele disse que desconhece.

“Nós não participamos das decisões (indicações de cargo) e muito menos das estratégias políticas envolvendo a Bahia e o PSL”, pontuou.

“Reiteramos nosso apoio ao presidente Bolsonaro e ao PSL. Sempre tivemos uma relação de respeito e amizade com a deputada Dayane. Mas estamos fora do processo. E estamos em posição de sentido”, finalizou o deputado estadual Capitão Alden.