Carnaval de Salvador terá distribuição de 3 milhões de preservativos

Com a presença do Rei Momo 2019, Renildo Barbosa, e ao som do Ilê Aiyê, a capital baiana é palco, mais uma vez, do lançamento da campanha nacional do Ministério da Saúde para o combate às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs/HIV) durante o Carnaval. A cerimônia foi realizada no auditório do Monte Pascoal Hotel, na Barra, com as presenças do prefeito ACM Neto e do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, demais autoridades e imprensa.

O slogan da iniciativa este ano é “Pare, pense e use camisinha”, no intuito de conter o avanço do HIV em homens. Somente em Salvador, a estimativa é de que sejam distribuídos, aproximadamente, 3 milhões de preservativos durante os dias de folia. Na ocasião, o prefeito ACM Neto lembrou que, além da infraestrutura em saúde montada pela administração municipal para atender a moradores e turistas – incluindo o Hospital Municipal, que poderá ser acessado pela primeira vez pelos foliões -, também foram instalados dois postos do Fique Sabendo na cidade. O serviço, que disponibiliza testes rápidos para detecção de ISTs, será ofertado no Multicentro de Saúde Carlos Gomes, no Centro (Circuito Osmar) e no posto avançado localizado na Avenida Marques de Leão, na Barra (Circuito Dodô).

“Mais uma vez, a Prefeitura entra de corpo e alma nesse trabalho de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis. Todas as unidades de saúde móveis montadas pela Prefeitura para o Carnaval, além das equipes volantes em pontos estratégicos dos principais circuitos, vão distribuir preservativos aos foliões. Serão disponibilizados também dois postos Fique Sabendo onde, caso qualquer um dos exames dê positivo, a pessoa vai ter medicação imediata para sífilis e encaminhamento para tratamento das outras patologias com todo o suporte psicossocial e amparo do município. A gente quer aproveitar esse que é o maior momento da cultura e da música baiana para levar uma mensagem de prevenção, educação e conscientização das pessoas para que possam fazer o exame”, afirmou ACM Neto.

O ministro da Saúde lembrou que Salvador é um local com muito axé e ideal para fazer a abertura dessa tradicional campanha, que abre o calendário de ações do Ministério da Saúde referente ao combate às doenças sexualmente transmissíveis. Ele explicou que, por ter um grande apelo, a Aids é utilizada como exemplo no carnaval e os números da doença são utilizados para lembrar às pessoas sobre o comportamento de risco e as consequências. “Este ano, estamos aumento muito a quantidade de preservativos, de testes rápidos e ações de diagnóstico e prevenção, e acredito que vamos atingir todo o público-alvo, que são homens, principalmente na faixa etária de 15 a 39 anos”, ressaltou Mandetta.

Visita – Logo após o lançamento da campanha, as autoridades visitaram duas estruturas móveis de saúde montadas pela Prefeitura na Barra: o posto Fique Sabendo e o módulo de saúde, com 20 leitos. Na ocasião, o prefeito explicou ao ministro o funcionamento dessas estruturas dentro de uma festa grandiosa como o Carnaval, que deverá reunir cerca de 3 milhões de pessoas considerando os dez dias de festa, contando com a pré-folia. No período da tarde, a visita se estende a mais duas instituições: o Hospital Aristides Maltez, em Brotas, e as Obras Sociais Irmã Dulce, no Largo de Roma.

Esquema – Visando garantir assistência à população presente no Carnaval de Salvador, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) deverá atuar com cerca de 1.500 profissionais durante o período da folia. Será montada uma estrutura de dez Módulos Assistenciais (postos de saúde) funcionando 24 horas nos circuitos oficiais. Essas unidades de atendimento contarão com um total de 130 leitos para atendimento aos pacientes clinicamente instáveis, além da retaguarda de atendimento do SAMU 192 e unidades de emergência/hospitais.

Os postos tipo IV, com capacidade para 20 leitos, serão instalados em locais de maior concentração de foliões e, consequentemente, ocorrências. O tipo III oferecerá 15 leitos, o tipo II 10 leitos e o tipo I cinco leitos. Todos contarão com um leito de estabilização, com equipamentos de suporte avançado.

Todos os módulos de saúde contarão com equipe multidisciplinar de médicos intervencionista, enfermeiros, assistente social, técnicos de enfermagem, apoio operacional, recepcionistas, higienizador e digitador. Ainda comporá o grupo assistencial cinco equipes de cirurgiões bucomaxilofacial, sendo dois móveis e três fixas, situadas nos módulos da Montanha, Adhemar de Barros e Farol da Barra.

A equipe do SAMU funcionará em plantão de 24 horas, com 55 ambulâncias, oito motolâncias, um helicóptero e uma “ambulancha” que contribuirão para o rápido atendimento ao folião, que necessitarem de atendimento médico de urgência ou emergência.

No pré-Carnaval, um módulo de Saúde funcionará no Farol da Barra com cinco leitos e equipe composta por 12 profissionais, sendo dois médicos. No Fuzuê (23/2), no horário de funcionamento é de 17h às 23h. No Furdunço (24/2), a atuação será de 14h às 2h. No Pipoco (26/2), a previsão é de 19h à 1h e, no Circuito Sérgio Bezerra (27/2), o horário será das 18h às 6h.

No Circuito Mestre Bimba, o Centro de Saúde Sabino Silva será estruturado com cinco leitos de observação e um leito de estabilização, que funcionará das 18h a 0h, do dia 2 a 5 de março de 2019, com equipe especializada no atendimento à urgência e emergência.

A Vigilância Sanitária (Visa) terá dez praticáveis fixos espalhados pelos circuitos. O objetivo é otimizar a fiscalização dos carros de apoio e dos trios elétricos, camarotes, comércio formal e informal de alimentos. O trabalho dos fiscais visa evitar surtos alimentares e intoxicações causadas pelo consumo de produtos sem as adequações sanitárias exigidas por lei.

Outra ação importante promovida pela SMS, por meio da Vigilância Epidemiológica (Viep), será a de enfrentamento às doenças sexualmente transmissíveis (DST’s) e Aids. A estratégia do programa Fique Sabendo visa incentivar a detecção precoce das (DST’s) através da realização de testes rápidos. Os serviços serão oferecidos gratuitamente ao público através de duas unidades a serem montadas em pontos estratégicos da folia.