Folião terá linha direta 24 horas com a Prefeitura durante o Carnaval

Buscando prestar o melhor atendimento às demandas dos cidadãos também durante o Carnaval, a Ouvidoria Geral do Município (OGM) disponibilizará seus canais de atendimento 24 horas em todos os dias de folia. No reinado de Momo, o sistema Fala Salvador passa se chamar Fala Folião 156, e atuará em conjunto com os agentes da OGM nos circuitos oficiais do Carnaval, coletando as demandas da população e disponibilizando informações sobre a festa.

Uma das estratégias adotadas pela OGM ano passado que voltará a campo neste Carnaval é a utilização de “mochilas-pirulito”, um acessório de identificação acoplado às costas dos integrantes das equipes volantes. Isso facilita a identificação dos ouvidores por parte do folião.

“Para o Carnaval deste ano, vamos utilizar uma nova tecnologia de registros em tempo real através de um aplicativo-gestor, uma ferramenta de gestão usada para tomada de decisão. Com ele, é possível acompanhar todo o andamento do processo, elaborar relatórios gerenciais, ver quais são as solicitações mais demandadas para cada serviço, dentre outras utilidades. O aplicativo possibilita que todos os gestores envolvidos no evento possam acompanhar suas respectivas demandas em tempo real”, informa o titular da OGM, Humberto Viana.

Atuação – Durante festa, serão disponibilizados também os Balcões de Atendimento ao Folião, pontos fixos implantados no Elevador Lacerda, Pelourinho, Campo Grande, Barra e Ondina. Além disso, mais 10 equipes itinerantes serão espalhadas por todos os circuitos. Para atendimento às demandas do público, a OGM contará ainda com a colaboração efetiva dos órgãos operacionais que se utilizam dessas informações durante o evento.

O trabalho operacional vai contar com o uso de smartphones, o que possibilitará registro das solicitações e emissão de relatório gerencial para cada área operacional dos órgãos em tempo real. A função do grupo será identificar, através da opinião do folião, pontos fortes e fracos na organização do evento e situações operacionais que ocorram. Serão registradas ainda sugestões para melhorias e aferição da qualidade dos serviços municipais em atuação no evento, a exemplo do trânsito, ambulantes, limpeza urbana, dentre outros.

Os registros são computados através de um sistema informatizado, que organiza e repassa de imediato as demandas para os órgãos operacionais existentes no evento. Esta ação possibilita a resposta mais rápida, além de proporcionar conhecimento e controle por parte do órgão que origina as solicitações sobre o que ocorre no período da festa.