Líder do DEM na CMS defende projeto de Coronel sobre cota para mulheres na política: ‘Imposição totalitária de meia dúzia de burocratas’

O vereador Alexandre Aleluia (DEM) utilizou as redes sociais, na manhã desta sexta-feira (1º), para defender o projeto protocolizado pelo senador Angelo Coronel (PSD) que propõe o fim da cota de 30% de candidaturas femininas nas eleições.

Em seu perfil no Twitter, o democrata afirmou que o modelo de cotas é “a imposição totalitária da vontade de meia dúzia de burocratas sobre a vontade popular”.

“O modelo de cotas para mulheres é a imposição totalitária da vontade de meia dúzia de burocratas sobre a vontade popular, ao mesmo tempo que acusa a sua vítima – a comunidade – de serem eles os algozes. É a burocracia do ressentimento criada por uma elite política”, escreveu o vereador.

Polêmica – A posição do senador deu o que falar dentro da política baiana. A deputada federal Lídice da Mata (PSB), além do também deputado João Roma (PRB) e o titular da Semps, Leo Prates (DEM), criticaram o pessedista nas redes sociais.