Hélio Ferreira diz que mobilização contra Reforma da Previdência é “alerta para os deputados”

Nesta sexta-feira (22) diversas centrais sindicais participaram do Dia Nacional de Mobilização Contra a Reforma da Previdência. Em Salvador, o evento reuniu mais de 10 mil pessoas que, unidas, foram protestar. O vereador e presidente licenciado do Sindicato dos Rodoviários, Hélio Ferreira, esteve no ato e reafirmou a luta contra esse “malicioso projeto” que visa retirar os direitos dos trabalhadores. “Não vamos aceitar nada que venha prejudicar os colegas. Querem acabar com o país e não permitiremos”, declarou.

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC 06/2019) prevê o aumento do tempo de contribuição de 15 para 20 anos e a obrigatoriedade da idade mínima para o acesso à aposentadoria (65 anos para os homens e 62 para as mulheres) com um período de transição de apenas 12 anos para eles e 10 anos para elas. Além disso, tem mudanças no cálculo do valor do benefício que reduzem muito o valor da aposentadoria.

No dia de luta contra esse projeto todas as centrais sindicais estiveram presentes. Segundo Hélio Ferreira, esse dia foi um “alerta para os deputados”. “Esse foi o momento de dizer não para os que querem retirar nossos direitos. Já está definido que uma greve pode acontecer caso tentem prejudicar o trabalhador brasileiro, baiano e soteropolitano”, afirmou.