Pastor que foi preso e acusado de pedofilia pela ex-mulher é inocentado

A Justiça absolveu o pastor Felipe Heiderich das acusações de estupro de seu enteado feitas pela ex-mulher dele, a também pastora Bianca Toledo, mãe da criança. Em suas alegações finais, o Ministério Público escreveu 57 páginas provando a inocência de Felipe e pedindo a sua absolvição, além de pedir que Bianca Toledo fosse investigada por coação a testemunha. Felipe e Bianca se conheceram no meio gospel e após três anos de casados, iniciou-se uma conturbada separação que deu origem as acusações de pedofilia e a prisão de Felipe.

Mutirão vai cadastrar pacientes com doenças crônicas para vacina contra Covid-19

Para facilitar o acesso das pessoas com doenças crônicas (comorbidades) às doses da vacina contra Covid-19 em Salvador, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realizará, nesta sexta-feira...

Ação na ilha de Paramana resulta em morte de líder da facção OP

Uma ação conjunta da 10ª Companhia Independente, Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) resultou, nesta...

Página no Instagram para auxiliará na busca por desaparecidos

Mais uma ferramenta para auxiliar na busca de pessoas desaparecidas está em funcionamento. A Delegacia de Proteção à Pessoa (DPP) criou o perfil @desaparecidospcba no aplicativo Instagram...

“Cachorro do Mato” é capturado dentro de residência na Boca da Mata; vídeos

Na tarde de quarta-feira (12), um Cachorro do Mato, espécie muito parecida com uma Raposa, foi capturada por agentes da Guarda Civil Municipal de Salvador, lotados no...