Bolsonaro veta campanha de diversidade do Banco do Brasil, e diretor é exonerado

O Palácio do Planalto vetou uma campanha publicitária do Banco do Brasil marcada pela diversidade com atores e atrizes negros e jovens tatuados. Segundo o colunista Lauro Jardim, de O Globo, o presidente Jair Bolsonaro procurou Rubem Novaes, presidente do banco, para se queixar da peça.

Com a decisão, o diretor de Comunicação e Marketing do BB, Delano Valentim, acabou sendo demitido. “O presidente Bolsonaro e eu concordamos que o filme deveria ser recolhido. A saída do diretor é uma decisão de consenso, inclusive com aceitação do próprio”, disse Rubem.

Ultimas Noticias

Secretaria da Saúde anuncia medidas para ampliar cobertura vacinal da Bahia

Para garantir o aumento da cobertura vacinal na Bahia, o Governo do Estado irá entregar câmaras de refrigeração a todos os municípios baianos. Os...

Projeto estimula licitações exclusivas para micro e pequenas empresas

Micro e pequenas empresas (MPEs) que atuam na região de Ilhéus e Itabuna poderão participar, na próxima terça-feira (27), da primeira edição do projeto...

Maia sugere que recursos de fundo da Petrobras sejam destinados à...

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, sugeriu nesta sexta-feira (23) a liberação de R$ 2,5 bilhões do fundo da Petrobras para a...

Inauguradas obras de urbanização em Barra do Rocha

O município de Barra do Rocha, na região sul da Bahia, recebeu a visita do governador Rui Costa, nesta sexta-feira (23), quando completa 58...
Publicidade