Sensores que identificam comida podre são desenvolvidos por cientistas

Um grupo de cientistas britânicos desenvolveu sensores capazes de identificar o cheiro de comida podre. Os detectores podem ser integrados em dispositivos como smartphones e impedirão que alguém possa comer comida imprópria sem saber.

“As pessoas querem ter certeza que podem comer sua comida e evitar jogar fora desnecessariamente porque não são capazes de julgar essa . Estes sensores são suficientemente baratos e esperamos que os supermercados os usem no espaço de três anos”, explicou um dos membros da equipa, o Dr. Firat Guder, do departamento de bioengenharia do Imperial College em Londres.

A ideia é vir a reduzir não só os problemas de saúde resultantes da ingestão de comida pobre como também diminuir a quantidade de comida que é jogada fora desnecessariamente, procurando assim uma compra de mais sustentável e informativa.

Governo zera imposto de medicamento para atrofia muscular espinhal

O presidente Jair Bolsonaro informou hoje (11), por meio de redes sociais, que medicamento para atrofia muscular espinhal terá a alíquota do Imposto de Importação zerada. Bolsonaro, no...

Vacina contra covid-19 será testada em Salvador e voluntários já podem se inscrever; saiba como

A vacina contra a covid-19 desenvolvida em Oxford, na Inglaterra, será testada em Salvador. O recrutamento de voluntários começa nesta sexta-feira (10/07), no Hospital São Rafael. Para participar...

Uso da ivermectina contra covid-19 não é recomendado, alerta Anvisa

A ivermectina, medicamento que vem sendo distribuído por algumas prefeituras, não teve seu uso recomendado ainda como forma de tratamento e até prevenção à covid-19. O alerta...

Afinal, covid-19 é transmitida pelo ar? O que diz a OMS?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou na quinta-feira (09/07) novas diretrizes sobre a transmissão do novo coronavírus, que reconhecem alguns relatos de transmissão pelo ar do vírus...