Sensores que identificam comida podre são desenvolvidos por cientistas

Um grupo de cientistas britânicos desenvolveu sensores capazes de identificar o cheiro de comida podre. Os detectores podem ser integrados em dispositivos como smartphones e impedirão que alguém possa comer comida imprópria sem saber.

“As pessoas querem ter certeza que podem comer sua comida e evitar jogar fora desnecessariamente porque não são capazes de julgar essa segurança. Estes sensores são suficientemente baratos e esperamos que os supermercados os usem no espaço de três anos”, explicou um dos membros da equipa, o Dr. Firat Guder, do departamento de bioengenharia do Imperial College em Londres.

A ideia é vir a reduzir não só os problemas de saúde resultantes da ingestão de comida pobre como também diminuir a quantidade de comida que é jogada fora desnecessariamente, procurando assim uma compra de alimentos mais sustentável e informativa.

Ultimas Noticias

Para Maia, privatização da Eletrobras vai garantir mais recursos para investimentos

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou nesta quarta-feira (21) que a privatização da Eletrobras vai garantir mais recursos para investimentos no...

Lúcio Pinto acelera articulações para viabilizar candidatura a Prefeito em Porto...

Após ser confirmado pelo Deputado Federal Uldurico Júnior (PROS) como candidato da família Pinto à Prefeitura de Porto Seguro, o empresário Lúcio Caires Pinto...

Governo do Estado investe para expansão da saúde em Salvador

Nesta quarta-feira (21), dando sequência à maratona de inspeções de obras de saúde realizadas pelo Governo do Estado em Salvador, o secretário da Saúde,...

Vaia à ministro é fruto da frágil política ambiental do governo,...

A vereadora Marcelle Moraes afirmou que o protesto da plateia ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante a Semana do Clima da Organizações das...
Publicidade