Andrea Mendonça diz que PDT é a “ponta da lança” das eleições do ano que vem

Presidente da Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb), a empresária e ex-vereadora de Salvador, Andrea Mendonça, participou nesta sexta-feira (14/06) do Encontro Regional do PDT, na União dos Prefeitos da Bahia (UPB), em Salvador. Ao Informe Baiano, ela comentou a possibilidade de seu irmão, o deputado federal Félix Mendonça Júnior, ser candidato a prefeito da capital.

“Félix e o PDT representam o que há de melhor na política. Nós estamos no PDT por conta do partido, que é um partido onde todos são ‘ficha limpa’. Inclusive, Ciro Gomes tem todas as qualidades e poderia ser hoje o nosso presidente. Poderia estar no comando desse grande país. Então, nós queremos começar na Bahia e com Félix”, pontuou.

Andrea afirmou também que não será candidata nas eleições do ano que vem, mas vai ajudar a legenda internamente na construção de uma chapa competitiva. Sobre o cenário político atual, disse que ainda é cedo para opinar, pois a situação “ainda está bastante confusa”. Porém, ressaltou que o PDT é decisivo nas eleições: “nós estamos com a ponta da lança”.

Lupi pede retomada do protagonismo do partido em Salvador

O evento em Salvador foi o primeiro dos seus três encontros regionais na Bahia. Os outros dois serão realizados neste sábado (15), nos municípios de Araci e Euclides da Cunha. O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, disse que já está na hora do partido retomar o seu protagonismo local, sugerindo a escolha de um nome para disputar a prefeitura da capital baiana no próximo ano.

“Nós somos o partido da igualdade e quem melhor representa as minorias e as classes menos favorecidas deste país. Vamos dar vida ao PDT, vamos organizar o partido para que ele tenha candidato à prefeitura em diversas cidades do estado, inclusive em Salvador”, disse.

O presidente do partido na Bahia, deputado federal Félix Mendonça Jr, – que teve o seu nome aclamado por uma grande parte da platéia como o favorito do partido na corrida à prefeitura de Salvador – disse que o PDT está se organizando para ter candidato na maioria das cidades do estado. “É um objetivo nosso ter candidato em quase todas as cidades da Bahia”, lembrou.

No encontro, Félix falou também da atual situação do país, que sofre com o crescente índice de desemprego. “O Brasil precisa de trabalho. Precisamos colocar este país para funcionar. Tirar as pessoas da informalidade”, afirmou. Ele disse ainda que o país parece que é “empregado dos bancos” e que a reforma da Previdência não vai ser a salvação.. “O Brasil cobra um dos juros mais altos do mundo, não tem reforma que salve a economia de um país com juros neste patamar”, revelou.

STF atende pedido do Governo da Bahia e determina retirada da Força Nacional do extremo sul

O Ministro do STF, Edson Fachin deferiu na noite de quinta-feira (17), a liminar pleiteada pelo Estado da Bahia requerendo a retirada da Força Nacional de Segurança do...

50 mil vagas serão ofertadas em novo processo do Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que financia estudos em cursos superiores, abrirá um processo para o preenchimento de cerca de 50 mil vagas remanescentes, ou seja,...