Programa RenovaBio deve injetar R$ 9 bi no setor de bioenergia no país

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, assinou hoje (17) portaria que regulamenta o enquadramento de projetos prioritários no setor de petróleo, gás natural e biocombustíveis para emissão de debêntures incentivadas no setor de biocombustíveis.

“O RenovaBio, que entrará em pleno vigor em janeiro de 2020, apenas no setor de etanol estima-se investimentos na ordem de R$ 9 bilhões por ano, com a renovação de canaviais e mais R$ 4 bilhões com o aumento da produção de cana de açúcar”, adiantou o ministro durante abertura do Ethanol Summit, um dos principais eventos do mundo voltados para energias renováveis, no Centro Fecomércio de Eventos, realizado em São Paulo.

- publicidade -

A portaria contribui para destravar investimentos em biocombustíveis, permitindo que empresas captem recursos com isenção de impostos para ampliar investimentos. A medida reforça metas do Renovabio, permitindo a expansão do número de usinas e o crescimento na oferta de Ethanol.

Pariticaram do evento os ministros Ricardo Salles, do Meio Ambienteo, Onyx Lorenzoni, da Casa Civil, e Tereza Cristina, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Tereza Cristina, entre outros representantes do setor de bioenergia.

Durante seu discurso na abertura, o ministro-chefe da Casa Civil enalteceu o meio ambiente brasileiro. “A Amazônia é sim o pulmão da humanidade, mas ela é brasileira, a Amazônia é verde e amarela, não é internacional.”

Além de defender a Amazônia, Lorenzoni lembrou da importância do setor sucroenergético – cana-de-açúcar como fonte de energia elétrica. “Este é um setor que desde o início acreditou no país, e o que se conseguiu nos últimos anos, os números que tem, a tecnologia que desenvolveu, é a certeza de que juntos vamos fazer uma grande nação”.

Saída de Levy
Ao final do evento o ministro-chefe da Casa Civil comentou a saída do presidente do BNDES Joaquim Levy. “Houve uma incompatibilidade de gênios, não houve sintonia entre o que desejava o presidente e como trabalhava o doutor Levy. A gente respeita a decisão, e vida que segue”.

Segundo o ministro, tem alguns pontos que o presidente deseja ver esclarecidos. “Provavelmente o próximo presidente [do BNDES] vai abrir a caixa preta”.

Ultimas Noticias

Governo aprova registro de mais 51 agrotóxicos, totalizando 262 no ano

O Ministério da Agricultura aprovou nesta segunda-feira (22) o registro de mais 51 agrotóxicos, totalizando 262 neste ano. O ritmo de liberação de novos...

Bolsonaro afaga e conquista ACM Neto com declaração em inauguração na...

Em discurso nesta terça-feira (23/07), durante a inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) não economizou afagos...

Briga em divisão de pedras de crack termina com homicídio em...

Investigadores da Delegacia Territorial (DT), de Ilhéus, prenderam em flagrante Dorisval da Silva Santos Junior, o Junior Tatuador, e Mário Sérgio Santos Oliveira, conhecido...

Conversa de ACM Neto e Bolsonaro: ele é ‘raivoso e recalcado’

Nesta terça-feira (23/07), durante a chegada em Vitória da Conquista, onde participa da inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, o presidente do Democratas, ACM Neto,...
Publicidade