Caminho da Fé tem obras iniciadas pela Prefeitura

Fotos: Max Haack – Secom/PMS

Em meados de 2020, a Avenida Dendezeiros – uma das principais vias de tráfego da Península Itapagipana – será transformada em um lugar que vai unir beleza e religiosidade. As obras para a implantação do Caminho da Fé foram autorizadas através de ordem de serviço assinada nesta terça-feira (18), pelo prefeito ACM Neto, no próprio local. Estiveram presentes na ocasião o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis, figuras importantes como o pároco da Igreja do Bonfim, padre Edson Menezes, e a superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), Maria Rita Pontes, demais autoridades e populares.

ACM Neto salientou que a intervenção acontece ao mesmo tempo de outras realizações importantes da gestão na localidade, como a entrega da primeira etapa da Colina Sagrada e da recuperação do altar-mor da Igreja do Bonfim, além da entrega da Baixa do Bonfim, em julho próximo. “O Caminho da Fé vai fazer a integração entre a Basílica do Bonfim e o Santuário de Irmã Dulce. No momento em que Irmã Dulce é considerada oficialmente pelo Vaticano como santa, será realizada essa obra com o objetivo de fomentar o turismo religioso na cidade”, pontuou o prefeito.

As melhorias serão realizadas no percurso de 1,1 km e serão executadas em 12 meses pelo Consórcio Dendezeiros, vencedora da licitação. O investimento é de R$ 16,1 milhões, proveniente de um convênio entre a Prefeitura, Ministério do Turismo e Caixa Econômica. “Estamos cientes da Lavagem do Bonfim e, devido ao tempo de obra, vamos fazer as intervenções em etapas, assim como na Colina Sagrada, para não prejudicar os festejos”, completou ACM Neto.

Acompanhada da filha Mariana, a moradora Simone Peixoto comemorou o início das obras. “Vai melhorar bastante aqui, principalmente na questão do alagamento, que dificulta muito pra gente no período de chuva. Também precisávamos de melhorias na iluminação, para dar um pouco mais de segurança. Que venham mais mudanças ótimas para nós”, afirmou.

Mais empolgada, a vizinha Célia Paiva ressaltou que o Caminho da Fé vai trazer muitos benefícios para moradores e visitantes. “Vai valorizar bastante a nossa área. Vai incentivar a atividade física, isso porque os passeios são muito importantes para os muitos idosos que moram aqui. A obra também vai incentivar o comércio, já que teremos muitos visitantes por conta da canonização de Irmã Dulce. Estou pensando até em montar um ponto por aqui, pois trabalho com arte”, revelou.

Projeto – O projeto foi concebido com intuito de priorizar o uso do pedestre. Para isso, os passeios serão ampliados para aproximadamente 5 e 3 metros nos lados esquerdo e direito da avenida, respectivamente, sentido do Bonfim. Ao longo da via, haverá nove faixas para travessia, todas no nível da pista, com rebaixamento de calçada para acessibilidade.

A pavimentação das faixas de serviço e acesso dos passeios será em concreto lavado, e a faixa central em placas de granito cinza, com acabamento flameado. O projeto propõe ainda a instalação de vala subterrânea para passagem da fiação de elétrica e telecomunicações, suprimindo as fiações aéreas acima do passeio de maior largura. O percurso ganhará ainda nova iluminação e marcos religiosos, junto com bancos e totens com placas que terão descrições sobre a importância histórica da área.

Paisagismo e macrodrenagem – Um paisagismo especial também será implantado ao longo de toda a Avenida Dendezeiros, através de uma faixa de jardim no mesmo nível do passeio, sendo interrompida apenas nos locais de passagem. Serão mantidas as árvores existentes que se encontram em bom estado e colocadas novas árvores para proporcionar um caminho agradável de sombra, além do plantio de dendezeiros, retomando a flora original do local, que inclusive deu nome à avenida.

O projeto do Caminho da Fé também englobará obras de macrodrenagem, a fim de solucionar os alagamentos verificados na região. Essas intervenções serão desenvolvidas considerando inicialmente os dados topográficos do cadastro da rede coletora e bocas de lobo já construídas.

Outras intervenções – Em maio passado, o interior da Basílica do Senhor do Bonfim foi completamente restaurado. Antes disso, em janeiro, a Prefeitura entregou a primeira etapa da requalificação da Colina Sagrada. A Praça do Largo foi ampliada, dando a sensação de continuidade das escadarias da igreja. Toda a pavimentação do local passou a ser composta por mosaico e grafismos marcados no piso em pedra portuguesa. Novos mobiliários, ordenamento do trânsito e dos ambulantes, paisagismo e iluminação em LED também foram aplicados na praça.

Em breve, será entregue a segunda etapa das obras, que envolve a Praça Eusébio de Matos, também conhecida como Baixa do Bonfim. A ligação entre as partes alta e baixa da Colina Sagrada ocorrerá por meio de rampas e escadarias que serão reposicionadas com acessibilidade universal. O investimento nas duas etapas é de R$ 11,5 milhões.

Ultimas Noticias

Confira as mudanças no trânsito da Av. ACM por conta das...

Em função dos avanços das obras do BRT, mudanças de trânsito mais impactantes irão acontecer a partir do dia 30 na Avenida ACM. Os...

Bahia assina acordo que amplia soluções tecnológicas na área da saúde

O secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, assinou nesta quarta-feira (21), um termo de cooperação com a Rede Nacional de Ensino...

Prefeitura de Salvador quer proibir uso de sacos e canudos plásticos...

Objetivo do município, que sedia a Semana do Clima da ONU, é neutralizar a emissão de carbono no meio ambienteO prefeito ACM Neto anunciou...

Rui defende união do Nordeste para atrair investimentos para a infraestrutura

Em Teresina, nesta quinta-feira (22), o governador Rui Costa participou de fórum organizado pela Associação Brasileira de Infraestrutura (Abdib), que teve como objetivo fomentar...
Publicidade