Projeto Escolas Culturais promove valorização das festas juninas

Diversas escolas da rede estadual se despediram do primeiro semestre letivo, nesta quarta-feira (19), com as tradicionais festas juninas. Para promover a valorização das culturas regionais, integrando estudantes, famílias e comunidade, o projeto Escolas Culturais promoveu uma programação de atividades nas unidades escolares. Foi o caso do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) da Costa do Descobrimento, em Eunápolis, e do Colégio Estadual José Aloísio Dias, em Mutuípe, que fizeram uma programação com quadrilhas, apresentações musicais e teatrais, dança, além de muita comida típica.

A coordenadora cultural, Rosângela Fonseca, do CETEP da Costa do Descobrimento, explicou que a programação tem o objetivo de atrair toda a comunidade escolar e valorizar a cultura regional. “Organizamos dois momentos com os estudantes do diurno e outro com o noturno. Teremos quadrilha, casamento caipira e apresentação de um artista local, chamado Artur dos Teclados, e também comidas típicas. O envolvimento da comunidade escolar está sendo muito boa, tato que a quadrilha do noturno vai ter a participação dos professores”, contou.

Para o estudante do 1º ano do Ensino Médio do CETEP, Charles Vitor, 14 anos, o projeto Escolas Culturais tem sido importante para o resgate destas tradições regionais na unidade escolar. “Eu sempre gostei de participar de tudo que envolve cultura. Toco bateria com o meu pai em uma banda e fico empolgado em ter essa oportunidade na escola de participar de outras expressões artísticas como o Casamento Caipira”, ressaltou.

No Colégio Estadual José Aloísio Dias, a animação não foi diferente. O coordenador cultural, Alexandro Souza, destacou a ampla participação do estudante na organização e nas apresentações artísticas. “Tivemos uma boa preparação para a quadrilha, para a banda da escola, que possui apenas alunos, além do artista regional Leozinho Xonado. Também tivemos um grande apoio dos professores e funcionários, que formou uma unidade de integração de toda unidade escolar, que se torna em um momento de aprendizado e valorização de nossos costumes”, disse.

O estudante do 2º ano do Ensino Médio, Vinícius Alcântara, contou como a participação na banda está criando uma nova expectativa na escola. “Foi muito bacana ter essa oportunidade de entrar como vocalista na banda da escola. Em menos de um mês, pudemos ensaiar e mostrar um repertório com músicas de Luiz Gonzaga, Estakazero e estilos como arrocha. É uma oportunidade única porque nenhuma escola oferece isso por aqui. Estou muito feliz de participar destas atividades”, afirmou.

Na capital, as festas juninas também marcaram o encerramento do primeiro semestre, que começa nesta quinta-feira (20) e segue até o dia 2 de julho. No colégio Estadual Duque de Caxias, no bairro da Liberdade, por exemplo, os estudantes capricharam no figurino e contaram com a participação especial da Quadrilha Junina Forró do ABC.

Ultimas Noticias

Médica dá 6 dicas para perder peso sem ir na academia

Foto: Heloisa Ballarini/Fotos Públicas "Todos os dias recebo pacientes que querem emagrecer. Vão a nutricionistas, recebem as suas dietas, vão a consultas, submetem-se aos exames...

Investigada por intoxicação, cervejaria acusa fornecedora de sabotagem

A cervejaria Backer, investigada após casos de intoxicação que causaram pelo menos quatro mortes, levou esta semana à Justiça Federal um vídeo com supostos...

Republicanos quer vereador Luiz Carlos como vice de Bruno Reis

Eleito vereador com 16.530 votos, o segundo mais votado de Salvador, o republicano Luiz Carlos pode ser o vice de Bruno Reis, que foi...

Motorista embriagado é flagrado dormindo dentro de carro no sul baiano

Na madrugada deste sábado (18/01) na BR 101 em Teixeira de Freitas, policias rodoviários federais flagraram um condutor embriagado dormindo dentro de um automóvel...
Publicidade