Povo baiano homenageia heróis da independência no 2 de Julho

Desde 1824, a conquista da liberdade, no 2 de Julho, é comemorada pelo povo baiano com o desfile que sai da Lapinha até o Campo Grande. Os carros do caboclo e da cabocla são cortejados por milhares de pessoas, que celebram a expulsão dos últimos portugueses do Brasil.

Este ano, o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e governador em exercício, João Leão, representou o governador Rui Costa no hasteamento da bandeiras, na homenagem ao general Labatut e na saída do cortejo. “O 2 de Julho é um dia muito importante para a Bahia e o Brasil. É uma data que marca o coração dos baianos. É uma felicidade grande ver esse povo reunido, comemorando”, afirmou Leão.

Com as sacadas das casas enfeitadas e ruas cheias, a festa reúne todos os elementos da luta pela libertação da Bahia e do Brasil da dominação portuguesa. Entre os personagens históricos homenageados, Maria Quitéria é lembrada por pessoas como a dona de casa Romilda Anunciação. “Eu saio vestida de Maria Quitéria há 39 anos. Venho desde pequena, quando minha tia me trazia. Minha história de luta tem tudo a ver com Maria Quitéria. Ela é uma guerreira e eu também sou. Ano que vem, estarei aqui novamente”, disse.

Os povos indígenas também estão representados no figurino do casal Antônio Brandão, guia de turismo, e Ivanete da Silva, promotora de eventos. A história do Brasil é revisitada. “No 2 de Julho, o povo é representado por ele mesmo. Então, nada melhor que a gente representar as pessoas que lutaram, como os índios e escravos”, destacou Antônio.

Apoio cultural e policiamento

O percurso inclui policiamento reforçado pelo Comando de Policiamento Regional da Capital (BTS), além do Comando do Policiamento Especializado – CPE, BOPE, BEPETur, GRAER, Apolo, Gêmeos, Companhias de Policiamento Especializado, Esquadrão de Motociclista Águia e Cavalaria. Também são empregadas sete Bases Móveis, quatro no turno matutino, três no vespertino, assim como ocupação de pontos sensíveis com tropa especializada e utilização de drone do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer).

Dentro da programação, 10 bandas filarmônicas e mais três grupos de manifestação de cultura popular, sendo estes últimos oriundos das cidades da Rota Histórica da Independência do Brasil na Bahia, foram selecionadas pela Fundação Cultural do Estado (Funceb) para participação no desfile.

 

Ultimas Noticias

Analista prevê ‘invasão’ de iPhones em 2020

Ming-Chi Kuo, analista conhecido pelas suas previsões relacionadas com a Apple, acredita que a Apple poderá lançar quatro modelos do iPhone 12 em 2020....

No Marissol, Bruno Reis comemora obras: “Temos feito muitos gols na...

"Aqui é o típico caso do filho que o pai não assumia a paternidade", disse o vice-prefeito e secretário de Obras, Bruno Reis, neste...

Eddie Murphy diz que mulheres acham sexy o facto de ter...

Eddie Murphy faz parte da lista dos atores de Hollywood que tem mais filhos. Ao todo são 10, algo que nunca passa despercebido quando...

Livro de Geisy Arruda traz nudes e revela história picantes

A modelo e agora também escritora, Geisy Arruda, lançou na noite da última quinta-feira (05/12), seu livro digital 'O Prazer da Vingança' em...
Publicidade