Inspeção anual para táxi em Salvador começa na próxima segunda-feira (5)

A inspeção anual de táxi em Salvador para renovação do alvará de circulação começa na segunda-feira (5). Cerca de 7,2 mil veículos devem passar pelo procedimento obrigatório, realizado na sede da Coordenadoria de Transportes Especiais (Cotae), no Vale dos Barris. A inspeção segue até dezembro, em cronograma organizado de acordo com o número do alvará de cada veículo, de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 16h30.

Durante o procedimento são analisados os requisitos de padronização, como as faixas coloridas laterais, estado de conservação do automóvel, pneus e itens de segurança, a exemplo do triângulo, chave de roda e estepe, além da documentação exigida para que o táxi possa circular na cidade. Além destes procedimentos, o Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) também verifica a situação do taxímetro para garantir que o aparelho esteja de acordo com as normas estabelecidas, dando mais uma segurança para os cidadãos.

Para o titular da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), Fábio Mota, essa inspeção vai possibilitar aos soteropolitanos mais tranquilidade ao utilizar os táxis durante a rotina. “É uma garantia, tanto para os taxistas quanto para os cidadãos, de que o carro está com todos os itens de segurança corretos, deixando o veículo apto para fazer o transporte das pessoas”, disse.

Segundo o secretário, após checagem dos itens e documentos, a Prefeitura emite um selo de qualidade, atestando que o carro passou por todos os critérios exigidos pelas legislações municipal, estadual e federal. Além disso, o motorista também é analisado. “A Prefeitura fica sabendo quem ele é e se tem a qualificação exigida após a conferência dos documentos pessoais e dos antecedentes criminais. Isso é importantíssimo porque o transporte se torna seguro”, enfatizou o gestor.

Idade – A Semob firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Estado para que a vistoria seja feita em carros com até oito anos de fabricação. A medida terá validade até que seja apreciado o projeto de lei, em tramitação na Câmara Municipal de Salvador, que altera a idade média da frota de táxi de cinco para oito anos.

Documentos – O valor da inspeção é de R$81,79 e aquele que não apresentar o veículo na data marcada, pagará multa de R$32,95. A expectativa é que sejam vistoriados, por dia, uma média de 100 veículos. No ato da vistoria, os permissionários devem apresentar certificado da última aferição, cartão de identificação, selo GNV, pagamento da contribuição sindical, licenciamento atualizado e licença de veiculação do Engenho de Publicidade em Táxi. Devem levar ainda documentos pessoais como comprovante de residência, carteira de identidade e de habilitação.

Mulheres que atacaram 9 supermercados em Remanso são presas

Investigadores da Delegacia Territorial (DT/Remanso) prenderam, na sexta-feira (14), duas mulheres suspeitas de furtos em, pelo menos, nove estabelecimentos comerciais da cidade. Uma delas foi flagrada dentro...

Estudo investiga como começa e evolui o câncer de esôfago

Estudo inédito internacional sobre alterações epigenéticas de pacientes com câncer de esôfago constatou que os pacientes analisados, originários de diferentes regiões do mundo com alta incidência desse...

Cristo recebe iluminação para incentiva a vacinação contra a covid-19

O monumento do Cristo Redentor no Rio de Janeiro recebe, neste sábado (15), iluminação especial promovida pelo Movimento Unidos Pela Vacina. A ação, que acontecerá entre...

Homem matou vítimas a facadas e incendiou corpos

Suspeito de praticar dois homicídios, sendo um deles nesta última segunda-feira (10), foi preso na manhã desta sexta-feira (14), por policiais da Delegacia Territorial de Paulo Afonso,...