Apresentador Casemiro Neto é denunciado por crimes da ordem tributária

O apresentador do QVP, do SBT, Casemiro Neto e parte de sua família teve uma denúncia acatada pelo Ministério Público da Bahia. De acordo com o site Bahia Notícias, além do jornalista, o filho dele, a nora e a esposa são suspeitos de crime contra a ordem tributária. Outras oito pessoas também estão sendo investigadas. A ação é parte da operação Aleteia, que investiga um esquema de fraude de empresas e sonegação fiscal.

Ainda de acordo com o BN, na denúncia constam crimes como formação de quadrilha; dissimular a natureza, origem, localização, disposição, movimentação ou propriedade de bens; e novar artificiosamente, na pendência de processo civil ou administrativo, o estado de lugar, de coisa ou de pessoa, com o fim de induzir a erro o juiz ou o perito.

Conforme o Grupo Especial de Combate à Sonegação Fiscal e aos Crimes contra a Ordem Tributária (Gaesf), os denunciados fraudaram o fisco estadual em quase R$ 10 milhões.

A Operação Aleteia foi deflagrada em novembro de 2015 pelo MP estadual, por meio do Gaesf, em conjunto com a Delegacia de Crimes Contra a Administração Pública (Dececap) e a Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz), por meio da Inspetoria Fazendária de Investigação e Pesquisa (Infip). As investigações contaram com material apreendido nas empresas envolvidas, interceptação telefônica e quebras de sigilo fiscal e bancário.

O Informe Baiano tentou contato com o jornalista, mas até o momento não obteve êxito. O espaço está aberto para eventual manifestação.

Últimas Noticias

Fabíola defende implantação de NEAM em Maragogipe

A deputada Fabíola Mansur (PSB) apresentou indicação junto à Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), com endereçamento ao governador Rui...