Cafu x PCC: ex-jogador é investigado por suposta venda de terreno aos criminosos

O ex-jogador Cafu, capitão do penta em 2002 com a seleção brasileira, é investigado pela Polícia de São Paulo por suporta ligação com a facção criminosa PCC. As informações da da revista Veja.
Um relatório das autoridades aponta para registros de depósitos em dinheiro feitos pelo PCC (Primeiro Comando da Capital) em favor de Marcos Evangelista de Morais, o nome real de Cafu.

O documento não cita o valor total desses repasses, mas os investigadores da polícia trabalham com a suspeita de que a organização criminosa teria comprado um terreno que pertencia ao ex-lateral na cidade de Barueri, em São Paulo.

A informação desses repasses a Cafu estava em um celular apreendido com Décio Gouveia Luiz, o Décio Português, no último dia 14 de agosto. Ele se transformou em uma das principais lideranças do PCC nas ruas após a prisão de Marcola.

Entre outras tarefas dentro do grupo, Décio era o responsável pela contabilidade, incluindo a lavagem e ocultação de bens e valores. Ele está preso e foi transferido para a Penitenciária de Presidente Wenceslau II.

Ultimas Noticias

Operação desarticula esquema do setor atacadista de alimentos que sonegou milhões...

Três mandados de prisão e nove de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta sexta-feira (13/12), contra um grupo acusado de causar um...

Vila de Natal da Barra será aberta nesta sexta-feira (13)

A partir das 18h desta sexta-feira (13), baianos, turistas e moradores poderão desfrutar da Vila de Natal da Barra, que funcionará no Largo do...

Operação na central dos Correios de Camaçari apreende drogas sintéticas

Equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) apreenderam drogas sintéticas, além de haxixe e maconha, durante Operação Correio Legal, nesta...

Obras de viaduto que integra a Linha Azul são iniciadas na...

A construção do novo viaduto na BR-324, como parte da Linha Azul, foi iniciada na noite desta quinta-feira (12). Em função das obras, não...
Publicidade