Assinada ordem de serviço para construção de Hospital Materno-Infantil em Ilhéus

Mulheres do Sul da Bahia passarão a ter assistência para o parto de alto risco com o Hospital Materno-infantil de Ilhéus. A ordem de serviço para a construção da nova unidade foi assinada pelo secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, nesta sexta-feira (6). Além do atendimento obstétrico, o novo hospital ofertará cuidados intensivo e intermediário neonatal e cuidados intensivo e clínico às crianças.

O Hospital Materno-infantil de Ilhéus será erguido onde antes funcionava o Hospital Luís Viana Filho. Serão investidos cerca de R$ 40 milhões para a entrega do hospital, que terá 105 leitos de internação, integrados à Rede Cegonha e atenção às urgências e emergências da região de Ilhéus, com funcionamento 24 horas, acesso por demanda espontânea e referenciada, integrada aos demais pontos de atenção primária, mediante processos regulatórios.

“Esse investimento demonstra o compromisso do Governo do Estado com o povo, principalmente com aqueles que dependem exclusivamente do SUS”, afirmou Vilas-Boas. Ele explicou ainda que o objetivo é tornar Ilhéus uma das mais completas regiões de saúde da Bahia. “A ideia é fazer com que Ilhéus tenha uma atenção integral à saúde em todas as áreas, desde a maternidade, passando pela pediatria e com cirurgias de alta complexidade cardiológicas, neurocirúrgicas e em oncologia”.

A nova unidade, que deve ser entregue em 12 meses, será estruturada para a assistência ao parto de risco, gestação de alto risco, cuidado intensivo e intermediário neonatal e cuidados intensivo e clínico às crianças. Garantindo atendimento humanizado e resolutivo; acolhimento com classificação de risco; boas práticas e segurança na atenção ao parto, abortamento, nascimento e puerpério, atenção especializada em pediatria, além de certificação como ‘Hospital Amigo da Criança’.

Para a dona de casa Marielda Cardoso, a unidade será muito importante. “Estávamos esperando um hospital como este, que é uma necessidade muito grande aqui em ilhéus”, declarou. A dona de casa Ana Cristina Souza concordou: “Vai ser bom para as crianças e para as gestantes que estão sem maternidade. Além disso, irá gerar empregos na região”.

Ultimas Noticias

Madre de Deus: empresário ingressa no Democratas e confirma pré-candidatura a...

O empresário Ivanilson Bezerra ingressou nesta segunda-feira (27) no Democratas e confirmou sua pré-candidatura a prefeito de Madre de Deus. Ex-presidente da Associação de...

Venda do Odorico Tavares é autorizada pela ALBa

A Assembleia Legislativa autorizou ontem o Governo do Estado a alienar o terreno do Colégio Estadual Odorico Tavares, localizado no corredor da Vitória, em...

Estudantes de Ibirataia embelezam ambiente escolar com intervenções artísticas

A estrutura física do Colégio Estadual Doutor Antônio Carlos Magalhães, localizado no município de Ibirataia (256 km de Salvador), não é mais a mesma...

Próximo Concha Negra reúne Margareth Menezes, Luedji Luna e Afrocidade

Um grande encontro de artistas da música afro-baiana marca a edição do dia 8 de fevereiro do Concha Negra. Margareth Menezes, Luedji Luna e...