Com Jiu-jitsu em grade curricular, advogado cita capoeira e manda recado para ACM Neto

O advogado baiano Saulo Barros aproveitou uma iniciativa do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivela, que incluiu o Jiu-jitsu na grade curricular do ensino fundamental, para fazer uma sugestão interessante ao gestor de Salvador, ACM Neto.

- publicidade -

No Instagram, ele lembra que a Capoeira também pode ser usada como uma “referência” para os jovens no dia a dia.

“Aqui na Bahia, todos sabemos que o Prefeito do RJ não serve pra quase nada, mas, taí uma coisa que Vossa Majestade pode usar como referência… O Jiu Jitsu é uma arte macial japonesa, que foi aperfeiçoada pela família Gracie e se transformou um “Gracie Jiu Jitsu” ou “Brazilian Jiu Jitsu”. A Capoeira nasceu no Brasil, na Bahia, é luta nossa. E aí, podemos contar contigo para que a mesma seja incluída nas escolas públicas municipais?”, questionou Saulo.

Escola de Lutas no Rio

Em outubro desse ano, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, lançou o projeto Escola de Lutas, que inclui a prática de lutas marciais nas escolas municipais. Diversas modalidades, como boxe, muay thai, jiu-jitsu e capoeira estão inseridas na programação. Também há café da manhã, almoço e reforço escolar.

Reviravolta na briga de Neymar com zagueiro: racismo ou homofobia?

Uma reviravolta na confusão entre Neymar e o espanhol Álvaro Gonzáles pode manchar ainda mais a imagem do jogador brasileiro. Nenhum meio de comunicação europeu conseguiu localizar...

Corinthians derrota Bahia por 3 a 2

Depois de três partidas consecutivas sem vencer, o Corinthians derrotou o Bahia por 3 a 2, nesta quarta-feira (16), na Neo Química Arena, em partida válida pela...