Educação financeira para jovens – Conheça 4 dicas essenciais

Educação é tudo, especialmente a financeira. E quando ela é direcionada aos jovens se torna ainda mais importante, afinal, a juventude é a época ideal para mostrar que poupar, investir e gerenciar são três regrinhas
básicas que fazem parte de uma boa educação financeira.

Pensa bem, você aí, que é jovem, está prestes a entrar no mercado de trabalho, ou quem sabe até já entrou. É bom saber que mais cedo ou mais tarde vai descobrir que é importante poupar.
Sabe quando você está em uma missão, guiando um personagem em um game e, quando repara, bate o desespero porque não ficou atento para a quantidade de munição que desperdiçou?
Pois então, é mais ou menos assim que se sente quem vai conferir o saldo na conta e percebe que gastou mais do que tinha.

Além de “poupar, “investir” é outro verbo que é bom você aprender a conjugar antes mesmo de sair da faculdade. Lembre-se: ter ideias e engatilhar projetos é bom, mas ter recursos financeiros para colocá-los
em prática é melhor ainda.

E “gerenciar” também é outro verbo que vai fazer parte da sua vida, pois se você economizou para investir, depois vai ter que saber como vai administrar. Tudo isso faz parte da educação financeira.

Dicas importantes para a educação financeira

Assim como obter uma boa performance em alguma atividade esportiva depende de prática, ou até em um game, a educação financeira também é uma questão de treino, de colocar em ação hábitos que você vai
adquirir com o tempo.

Posto isso, separamos aqui algumas dicas essenciais que você pode anotar no seu smartphone. Confira!

1 – Se for investir, não esqueça de planejar
Você pode investir em um projeto online, sabia? Se você curte cultura pop, animes e games, é uma boa ideia criar um blog para falar sobre esse assunto.

Existem hoje em dia várias plataformas gratuitas e intuitivas que permitem você criar um blog sozinho e em pouco tempo. O WordPress é a mais recomendada.

Falando em criar e gerenciar um blog, a notícia boa é que isso pode render algum dinheiro para você.

A outra notícia melhor ainda é que isso já pode funcionar como um exercício para você administrar os seus lucros. Ao criar um blog, por exemplo, você deve torná-lo profissional. Para isso, é importante comprar um domínio e hospedagem.

Saber o quanto você vai investir nisso já é uma boa maneira de planejar os seus gastos com esse projeto.

2 – Faça uma poupança
Não importa se a sua fonte de renda é um blog, um estágio na faculdade ou um emprego fixo. Uma das dicas básicas que a boa educação financeira exige é poupar.
Tá, eu sei, não é fácil resistir às tentações. Uma camiseta em promoção, um livro ou lançamento no mundo dos games podem pesar no orçamento. Por isso, é necessário ter uma poupança e usá-la só em casos emergenciais.
Lembre-se que um dos princípios básicos para sempre estar com as contas em dia é evitar gastar mais do que possui.

3 – Saiba o que realmente é importante
Para facilitar a sua economia diária, é bom sempre manter uma separação entre o que é gasto necessário e o que não é. Faça uma lista daqueles itens que você deverá comprar, seja para o seu dia a dia em casa, nos estudos ou trabalho.

As despesas que você tem com alimentação, saúde e estudos devem estar entre as prioridades.

Do outro lado coloque aqueles itens que você, mesmo com certa dor no coração, não poderá comprar. Sacrifícios são feitos, infelizmente, ou por acaso alguém disse que a vida adulta seria fácil?

4 – A tecnologia é a sua melhor amiga
Diante da diversidade de apps que surgem por aí, são nessas horas que um bom aplicativo de gestão financeira cai bem.

Hoje em dia todo mundo sabe que aplicativos para facilitar o cotidiano da gente não faltam. Sendo assim, escolha um app de gerenciamento que seja adequado ao seu estilo de vida. Um exemplo de aplicativo voltado para a gestão de finanças é o Organizze.

Ele tem todas aquelas características que fazem um bom aplicativo se tornar essencial, ou seja, ele é intuitivo, gratuito e acessível para Android e iPhone.

Entre algumas vantagens que ele apresenta está a possibilidade de você lançar as próprias receitas e despesas.

Se você precisa de relatórios sobre os seus gastos, ele traz para você. Ah, você quer adicionar categorias para separar quais são as despesas mais importantes dos gastos supérfluos? Ele também permite isso. Mas caso você prefira, pode contar com outras alternativas, tais como Mobills, o Guiabolso e o Minhas Economias.

Conclusão
E então, viu como a educação financeira é importante para você organizar as economias do seu dia a dia?

Por isso, siga as dicas acima e veja que, com dedicação e uma boa ajudinha da tecnologia, é possível organizar bem o seu rico dinheirinho.

SAC Cajazeiras suspende atendimento para realização de reformas estruturais

O SAC Cajazeiras suspende o atendimento ao público para a execução de reformas no telhado do posto. Toda a estrutura atual será substituída com o objetivo de...

Convenção do Democratas para oficializar candidatura de Bruno Reis acontece no dia 14

A convenção do Democratas de Salvador para oficializar a candidatura a prefeito de Bruno Reis será realizada no próximo dia 14. O evento será transmitido a partir...

Abandono e maus tratos a animais é denunciado em Dias D’ávila

Uma denuncia de suposto crime de abandono e maus tratos de animais é relatado nesta quinta-feira (3) ao Informe Baiano por moradores da Rua Hortênsia de Sá,...

BTCA apresenta ‘O Limite da Espera’ no projeto Solos de Estar

Estar à espera da volta a um mundo que se vê da janela, mas parece tão distante: em 'O Limite da Espera', a bailarina Ângela Bandeira investiga...