Carnaval dos Carnavais supera expectativas do trade turístico

Os números do trade turístico revelam porque esse foi o Carnaval dos Carnavais em Salvador. A ocupação hoteleira atendeu às expectativas e ficou, na média, em torno de 95%, chegando a atingir 98% e 100% em alguns hotéis, especialmente aqueles mais próximos dos circuitos da festa. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Seção Bahia (Abih-BA).

“A ocupação do Carnaval, normalmente, é muito alta, mas, em relação ao ano passado, temos observado um crescimento entre 2% a 3%. Os hotéis cheios são um reflexo de que os turistas estão procurando Salvador realmente, não só no Carnaval, mas no verão como um todo. A folia é como se fosse um ápice dessa ocupação”, diz Luciano Lopes, presidente da entidade.

Também houve um crescimento em torno de 15% nos bares e restaurantes situados na zona turística da cidade, segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes na Bahia (Abrasel-BA).

Na Vila Jardim dos Namorados, na Pituba, os donos dos restaurantes comemoram a lotação e o recorde de vendas, contabilizando aumento de mais de 100% durante todos os dias de Carnaval. Grande parte dos frequentadores foi composta por turistas. Na Vila Caramuru, no Rio Vermelho, o pico de movimento ocorreu no final de semana carnavalesco, com alcance de 100% de ocupação das mesas.

Ambulantes – Ao lado dos bares e restaurantes, os vendedores ambulantes credenciados pela Prefeitura para trabalhar na folia também celebram o crescimento de 20% nas vendas, em comparação ao mesmo período do ano passado.

“O Carnaval agora está mais forte na Barra e no Pelourinho, mas a expectativa da categoria é de boas vendas com o grande número de atrações sem corda também no Centro”, afirmou o presidente do Sindicato dos Ambulantes Barraqueiros e Quermesseiros da Bahia, Marcos Cazuza.

Turistas – Um dos fatores para o crescimento é o aumento de turistas de outros estados na cidade, perfil que costuma gastar mais que o visitante baiano e o de outros países, segundo pesquisa da Prefeitura.  

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) estima a presença de 854 mil visitantes no Carnaval. Entre eles, 435.800 foram do interior da Bahia; 331.500 visitantes de outros estados, com destaque para São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Minas Gerais e Distrito Federal; e 86.200 de estrangeiros oriundos, principalmente, da Argentina, França, Estados Unidos, Alemanha, Espanha e Inglaterra.

Entre 17 de fevereiro até primeiro de março que vem, 2.407 voos estão programados para a capital. O número é 11% maior que o do ano passado e representa uma média de 170 voos por dia. Ao todo, são 382.621 assentos disponibilizados pelas agências de viagem nesses aviões (9% a mais que em 2019) e 189 voos extras (4% a mais que em 2019).

Além disso, seis navios atracaram na capital baiana entre o último dia 14 e ontem (25), com uma média de 16.746 passageiros. Com todos esses dados, a movimentação econômica turística no Carnaval deve chegar a R$ 1,8 bilhão, segundo estimativa da Secult.

Últimas Noticias

Estudante perde mamilos após desafio com desodorante spray

Um adolescente de 15 anos perdeu os dois mamilos após aceitar um desafio dos colegas da escola, no Reino...