Covardia! Jornalistas agredidos em manifestação bolsonarista no Dia da Liberdade de Imprensa

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro agrediram jornalistas neste domingo (03/05), Dia da Liberdade de Imprensa, durante manifestação a favor do mandatário, em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília. Um repórter fotográfico do Estado de São Paulo, Dida Sampaio, foi derrubado duas vezes, chutado e esmurrado. Orlando Britto, também reporter fotógrafico, levou um soco. Um motorista do jornal recebeu uma rasteira.

Um repórter do Poder360 também foi agredido verbalmente e levou um chute de um manifestante. Os três foram retirados do local em uma viatura após serem cercados enquanto gritavam palavras de ordem contra a imprensa, como “Globo lixo” e “fora Estadão”.

O ataque começou no momento em que Bolsonaro descia a ladeira do Planalto para falar com os manifestantes e um grupo começou a entoar gritos contra a imprensa. Em seguida parte dos apoiadores se deslocou para onde os profissionais da imprensa estavam e endossaram as agressões. Neste momento, um repórter da Folha de São Paulo foi empurrado, ao tentar proteger um dos colegas.

A Polícia Militar foi acionada e fez um cordão de isolamento para proteger os repórteres. Mesmo com a proteção da PM, as agressões verbais continuaram e cessaram apenas no momento em que os profissionais foram retirados do local.

Últimas Noticias