BDM picha muros em homenagem a ‘Canela’ e exibe fuzil na Polêmica de Brotas

A morte de Tiago Neri Rosa, o ‘Canela’, que era o 02 do Bonde do Maluco (BDM), em Salvador, provocou uma série de atos de integrantes da facção. No bairro da Polêmica de Brotas, por exemplo, criminosos picharam vários muros e deram tiros para o alto com fuzis e pistolas. O ato aconteceu na quinta-feira (07/05) logo após a notícia do ‘Auto de Resistência’, divulgada pelo Informe Baiano (veja aqui).

“É um absurdo! Os bandidos da Polêmica ostentando armas por causa da morte desse ‘Canela’. É um afronta a polícia e a sociedade. Cadê a polícia pra ir em Brotas, na Polêmica, prender esses vagabundos e recuperar essas armas?”, questionou um morador sob anonimato.

“Vamos divulgar tudo que eles fazerem, eu vou passar tudo e cobrar providências das autoridades, pois as famílias daqui da Polêmica não aguentam mais”, acrescentou o trabalhador.

Também na quinta-feira, dentro do Complexo de Mata Escura, presidiários fizeram uma saudação, o chamado “salve”, devido à morte do chefão. Durante o cumprimento, os marginais dizem que “Canela” é o “presidente” da facção e mora “no coração”. Eles ainda gritam palavras contra os rivais do Comando da Paz (CP)

Na sexta-feira (08/05), a polícia deu mais um baque no BDM. Conforme noticiado com exclusividade pelo IB, o sucessor de Zé de Lessa, Cristiano da Silva Moreira, o ‘Dignow’, foi localizado na cidade de Indaiatuba, interior de São Paulo, por equipes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Federal, lotadas na Bahia.

O Ás de Ouro do Baralho do Crime da SSP estava escondido em uma casa de luxo. Confira os detalhes na reportagem abaixo!

‘Dignow’ do BDM! Sucessor de Zé de Lessa é localizado em casa de luxo pela Polícia Federal

“Salve” em presídio devido à morte do “presidente do BDM”; escute

Alvo prioritário da SSP, líder de facção é morto em Brotas

Últimas Noticias