FNDE passa a ser comandado por “lulistas” e Centrão; Dayane denuncia

A presidente do PSL na Bahia e deputada federal Professora Dayane Pimentel criticou duramente, nesta segunda-feira (18/05), a nomeação de Garigham Amarante Pinto para o cargo de diretor de Ações Educacionais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Pinto é homem de confiança do presidente do PL, Valdemar da Costa Neto, condenado no Mensalão e do deputado Wellington Roberto, que também é considerado “lulista” e um dos principais defensores do PT. Em postagem no Instagram, a parlamentar baiana mostra Wellington chamando Lula Livre e afirmando que a prisão do ex-presidente era ilegal.

“Inadmissível! Bolsonaro está brincando com a cara do povo que o elegeu. Sem o menor pudor, põe órgãos e orçamentos bilionários nas mãos de pessoas investigadas e condenadas por corrupção e até das que brandam ‘Lula livre’”, criticou a parlamentar baiana.

“Como o Brasil fica depois de saber que o presidente da República Jair Bolsonaro passou o comando do maior fundo educacional, na ordem de 50 bilhões, para as mãos de gente que foi presa, por bandidos como Valdemar da Costa Neto?”, questionou a deputada federal Dayane Pimentel.

A líder do PSL na Bahia ainda pontuou que “enquanto pessoas sérias e comprometidas com as promessas de campanha são chamadas de ‘traíras’ e ‘comunistas’, Bolsonaro mostra sua verdadeira face e dá um tapa na cara do cidadão que luta contra a corrupção e o sistema”.

Últimas Noticias

Vigilância Sanitária notifica sete restaurantes em Salvador

O trabalho realizado pela Prefeitura no último sábado (22), através da Vigilância Sanitária de Salvador (Visa), resultou na notificação...