Garoto de 12 anos é morto em ação da PM no Vale das Pedrinhas

Um garoto de 12 anos foi baleado e não resistiu aos ferimentos, na noite de domingo (14/06), no Vale das Pedrinhas, região do Nordeste de Amaralina, em Salvador. Ele foi atingido por disparo de arma de fogo durante uma ação da 40ª Companhia Independente da Polícia Militar, na Rua do Santo André.

Em entrevista ao site União Notícias, familiares apontaram que o menino sofria de transtorno psicológico, causado pela hiperatividade.

“Foi o filho de um trabalhador, tá? Ele é era um adolescente hiperativo e estudava no Colégio Municipal Teodoro Sampaio. Agora vem um policial aí e atira em qualquer um que está na rua. Acertou em meu filho. Perdi meu filho. Não era para perder ele, nem ninguém”, desabafou o pai da criança, Maurício Menezes.

Mãe do menino, Joselita Silva, afirmou que a equipe da PM já chegou ao local “atirando e matou meu filho. Isso é confronto? O meu filho não estava armado e nem em grupo”, pontuou.

Em nota, a Polícia Militar disse que “houve troca de tiros e, ao cessar os disparos, os policiais encontraram um menino de 12 anos atingido, que foi socorrido para o Hospital Geral do Estado, onde não resistiu aos ferimentos. No local onde houve o confronto, a guarnição encontrou ao solo um revólver calibre 38, duas porções de crack e de pasta base para cocaína, 50 pinos de cocaína e 17 trouxas de maconha”.

Um protesto pacífico com faixas e cartazes foi realizados por familiares e amigos nesta segunda-feira (16/06). Eles exigem a apuração do caso e justiça.

Últimas Noticias