Professora Dayane Pimentel endossa posição de Sérgio Moro e defende aprovação de PEC da Segunda Instância

A deputada federal e presidente do PSL na Bahia, Professora Dayane Pimentel, defendeu mais uma vez, nesta quarta-feira (24), a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que restabelece a prisão após condenação em segunda instância. A parlamentar baiana entende que a aprovação da PEC é um instrumento fundamental para o combate à corrupção. Em manifestação neste dia de São João, o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro também se pronunciou a favor a aprovação da medida, dizendo que é necessário decretar o “fim da Justiça sem fim”.

Diante das notícias de que o presidente Jair Bolsonaro e aliados do Centrão estariam articulando nos bastidores para engavetar a PEC, a Professora Dayane questionou no Twitter: “Mais uma pauta de campanha que não será cumprida?”. A deputada federal defende que os eleitores devem pressionar os políticos para saber qual posição têm sobre a pauta. “Imprescindível o eleitor indagar ao vereador, prefeito, deputado estadual, deputado federal, senador e presidente qual o posicionamento sobre a prisão em segunda instância”, apontou, também no Twitter.

A deputada federal ressalta que o combate à impunidade sempre foi uma bandeira sua, durante a campanha de 2018, mas também anterior a isso. “Restaurar a prisão após condenação em segunda instância é fundamental para que a impunidade não seja perpetuada. O ex-presidiário Lula está solto por conta do afrouxamento no combate à corrupção e à falta de medidas como essa”, disse a Professora Dayane.

Ascom / Dep. Fed. Professora Dayane Pimentel (PSL/BA)

Covid-19: Brasil registra 2.392 mortes e 115.228 casos em 24 horas

O Brasil chegou a 507.109 mortes por covid-19. Nas últimas 24 horas, foram 2.392 óbitos e 115.228 novos casos. No total, 18.169.881 casos foram confirmados no país....

Plano Safra 2021/2022: agricultura familiar terá R$ 39,34 bilhões

O Ministério da Agricultura realizou hoje (23) um debate virtual para detalhar as medidas voltadas à agricultura familiar previstas no Plano Safra 2021/2022. O segmento terá R$...

MP recomenda ao Município de Jequié adoção de medidas para combater poluição sonora na cidade

O Ministério Público estadual, por meio do promotor de Justiça Mauricio Foltz Cavalcanti, recomendou ao Município de Jequié que adote medidas administrativas para combater a poluição sonora...

Banco Central nega possibilidade de golpe com Pix agendado

Previsto para tornar-se obrigatório a todas as instituições financeiras a partir de 1º de setembro, o Pix agendado é seguro e não permite brechas para golpe, informou...