Doença periodontal pode afetar fertilidade, alerta especialista

A doença periodontal é uma enfermidade inflamatória que afeta os tecidos de sustentação dos dentes e pode ocasionar diversas desordens sistêmicas e distúrbios, como os cardiovasculares, diabetes, artrite reumatoide e síndrome do ovário policístico, inclusive afetando a fertilidade das mulheres.

De origem hormonal, a síndrome do ovário policístico, por exemplo, atinge mulheres na idade reprodutiva e leva a desordens na menstruação e infertilidade. De acordo com a especialista em periodontia, Margareth Macêdo, há uma relação da doença periodontal com essa síndrome. “Estudos mostram que pacientes com ambas doenças possuem alguns marcadores inflamatórios em comum, como a interleucina. O aumento desses marcadores pode gerar inflamação gengival e perda óssea. E a presença da doença periodontal não controlada, aumenta a quantidade desses marcadores causando desordens hormonais, o que, por consequência, pode levar a infertilidade”, alerta Macêdo.

Mas não é só na mulher que a doença periodontal pode causar esses danos. O homem também pode ter a qualidade do esperma reduzido por inflamações na boca. “Vale lembrar que a periodontite é uma doença crônica e infecciosa da gengiva e dos tecidos que dão sustentação aos dentes e se não tratado pode levar a diversas doenças. Ela afeta homens e mulheres. Em relação à fertilidade, as mulheres que sofrem com essas enfermidades podem demorar até dois meses mais para conseguirem engravidar”, avisa a dentista.

Portanto, somente a prevenção e cuidados com a saúde bucal podem afastar doenças, que podem ser muito graves. Mas em casos de estabelecida qualquer inflamação bucal, o tratamento adequado e regular pode reestabelecer a saúde e afastar moléstias. “É imprescindível o acompanhamento com o profissional dentista. Pela boca, muitas doenças podem ser evitadas”, completa a especialista.

Últimas Noticias