Internada há 15 dias, moradora de Campinas corre risco de morte e enfermeira diz que “ela não tem nada”

Moradora do bairro de Campinas de Pirajá, Vanilde da Conceição, 53 anos, pegou Chikungunya e acabou sendo levada para a UPA de Santo Inácio, onde está internada há 15 dias e o não consegue melhorar.

Em conversa com o Informe Baiano, neste sábado (18/07, a sobrinha dela, Paloma Deli, relatou que vítima teve um leve AVC, contraiu a bactéria Sepse que causa infecção generalizada e está com parte da visão comprometida. Para completar, não consegue andar e sente muitas dores.

“A enfermeira disse que ela não tinha nada e estava bem. Como é que pode? Ela não se movimenta, não enxerga e eles dizem que ela esta instável. Ela precisa ser regulada urgentemente para um hospital de grande porte, como por exemplo, Roberto Santos, Eladio Lasserre ou Hospital do Subúrbio. Há ainda informações divergentes da UPA com o pessoal da regulação. A gente procura saber informações e eles fazem pouco caso”, desabafou.

Revoltado, o filho da vítima chegou a gravar o vídeo no local e apela por providência. Veja abaixo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Informe Baiano (@informebaiano) em

Número da regulação: 2700138

Atualização

O secretário municipal de Saúde Leo Prates informou ao IB via Instagram que “a paciente Vanilde da Conceição já foi aceita no Hospital Municipal de Salvador” e aguarda apenas o transporte para ser transferida.

Últimas Noticias