FBJJMMA vai banir de competições lutador que espancou ex-mulher na Barra

Em nota enviada ao Informe Baiano, o presidente da Federação Baiana de Jiu Jitsu e MMA (FBJJMMA), Evandro Nascimento, repudiou a violência física e psicológica sofrida pela estudante de Filosofia da UNEB (Universidade Estadual da Bahia), Jamille Soares Dias, que teve o apartamento invadido pelo ex-marido e foi eespancada, no bairro da Barra. O homem se apresenta nas redes sociais como competidor da arte suave, o que motivou o posicionamento da FBJJMMA.

A instituição repudia atos de violência “de qualquer praticante de Jiu-Jitsu, principalmente contra a mulher”.

“Defendemos que o autor das agressões deve ser severamente punido e afastado da equipe e da academia onde treina. Além disso deve o agressor ser banido de todas as competições, caso ele participe. Somos solidários com o sofrimento físico e mental da vítima e prestamos toda nossa solidariedade à família, momento em que nos colocamos à disposição para acompanhar o caso”, diz o comunicado da FBJJMMA.

A jovem de 28 anos ficou com o rosto completamente desfigurado e vai ser necessária uma cirurgia para reconstruir parte da face. Ela também levou vários pontos no supercílio.

Jamille, que tem uma filha de 3 anos com o acusado, relatou ao IB que ainda foi ameaçada de morte. O homem seria ainda usuário de drogas.

“Eu sempre sofri com esse relacionamento abusivo e eu achava que a culpa era minha. Quando foi na sexta que eu estive na casa dele para levar a criança, ele olhou minha bolsa e disse que achou uma camisinha. Eu nem moro mais com ele. Portanto, se eu tivesse caso com alguém era problema meu. Começou a ficar irritado, a fazer ameaças e eu fui embora. Depois disse que surtou. E já tem 3 meses que eu estou separada dele. Quando chegou no domingo, dois dias depois, ele quebrou a porta, invadiu minha casa e me espancou”, disse Jamille.

A vítima contou também que não foi a primeira vez. “Essa foi a pior de todas, uma covardia. Ele já tinha me queimado antes, me xingava. Era horrível. Porém, não foi tão grave como foi agora. Teve também uma ex-namorada dele que ele agrediu também. Ele é competidor, é faixa-azul”, concluiu Jamille.

Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia Especial de Atendimento a Mulher, em Brotas. A delegada Maraci Menezes Lima, responsável pela investigação do caso, solicitou medidas protetivas de urgência, baseada na Lei da Maria Penha. O pedido foi atendido pelo juiz Paulo Eduardo Moreira. Entre as determinações, o acusado vai ter que manter distância mínima de 500 metros da vítima. Inclusive, ele está proibido de realizar contato através de qualquer meio de comunicação. Uma audiência será marcada pela delegada para ouvir o homem.

Violência doméstica no Caminho das Árvores termina com agressor em cana

Depois de cometer agressões físicas, ameaças e injúria contra a ex-companheira, um homem foi preso em flagrante, na última terça-feira (15/09), por uma equipe da Delegacia Especial...

Três CPFs cancelados e grande apreensão de drogas em Simões Filho

Na noite de quarta-feira (16/09), na localidade Sossego , CIA II, em Simões Filho, a guarnição do Pelotão Especial da 22ªCIPM recebeu denúncias de que vários bandidos...

Conquista: criança de 13 anos relata que era abusada desde os oito pelo pai

Uma equipe da 10a Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Vitória da Conquista) cumpriu, nesta terça-feira (15), durante a Operação Akemi, um mandado de prisão preventiva contra...

SSP inicia Operação Safra em 12 cidades do Oeste da Bahia

Áreas com produções agrícolas em doze cidades da região Oeste da Bahia contarão com reforço do patrulhamento ostensivo de setembro de 2020 a março de 2021. A...