App Preço da Hora Bahia subsidia pesquisa de preços ao consumidor da SEI

Aliado do consumidor no momento de pesquisar, em tempo real, os valores mais baixos de remédios, combustíveis e outros milhares de produtos, o aplicativo Preço da Hora Bahia, lançado em abril pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Fazenda (Sefaz-BA), está contribuindo também para a Pesquisa de Preços ao Consumidor (PPC), realizada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).

“Esse trabalho nos apresenta uma significativa vantagem que é a apresentação de preços fidedignos dos produtos, pois são oriundos das Notas Fiscais do Consumidor Eletrônicas, o que tende a diminuir de maneira expressiva os erros que naturalmente ocorrem nas coletas feitas em campo”, explica o coordenador da PPC/SEI, Denilson Lima.

O app pode ser baixado em dispositivos móveis na Apple Store e no Google Play, além de estar disponível no site precodahora.ba.gov.br. Com o Preço da Hora Bahia é possível pesquisar os preços de mais de 500 mil produtos, tomando por base as informações extraídas das mais de 3,2 milhões de notas eletrônicas processadas diariamente pela Sefaz-BA.

A Pesquisa de Preços ao Consumidor da SEI engloba dois levantamentos. O primeiro verifica os valores das mercadorias da cesta básica, o que inclui o cálculo do gasto mensal, de acordo com um percentual do salário mínimo líquido, e o tempo de trabalho necessário que um trabalhador teria que despender para adquirir os produtos da cesta. O segundo levantamento é feito para calcular o Índice de Preços ao Consumidor (IPC).

Desde 1977 a SEI calcula e divulga o IPC de Salvador. O IPC-SEI tem por objetivo acompanhar a inflação de um conjunto de bens e serviços consumidos pelas famílias com rendimentos mensais compreendidos entre um e 40 salários mínimos. A pesquisa realiza mensalmente em torno de 15 mil cotações de preços de um conjunto de 375 bens e serviços.

Continuidade da pesquisa

“O Preço da Hora Bahia permitiu à SEI dar continuidade à coleta de preços para a PPC, uma vez que a pandemia do Covid-19 inviabilizou a permanência do trabalho de campo que era realizado por entrevistadores nos estabelecimentos. Agora, parte da pesquisa é feita via Preço da Hora Bahia em home office”, acrescenta Denilson Lima.

De acordo com o coordenador, o levantamento é feito semanalmente em cerca de 700 estabelecimentos comerciais. Os resultados são publicados todo mês no site da superintendência, vinculada à Secretaria de Planejamento (Seplan), e divulgados para a imprensa. “A coleta dos preços via Preço da Hora Bahia protegeu os técnicos da SEI da exposição ao Covid-19. Para o objetivo para o qual foi criado, considero o aplicativo de grande valia. É realmente uma excelente solução. Possibilita ao consumidor pesquisar preços dos mais diversos produtos e serviços na comodidade do lar, bastando ter um computador, um tablet ou smartphone”, assinala.

Lima destaca ainda que, em bairros onde existem diversos estabelecimentos comerciais, a ferramenta ajuda o consumidor a visualizar preços dos produtos sem exigir muito deslocamento, pois será poupado de pesquisa de porta em porta. “Quando finalmente resolver comprar, irá aos locais certos”, diz.

O coordenador da PPC/SEI sinaliza, por fim, que o aplicativo é útil não somente para o consumidor, mas também para todo o comércio varejista. Segundo Lima, o Preço da Hora Bahia possibilita aos empresários do segmento acompanharem os preços dos seus concorrentes em tempo real e com base em uma fonte de informação extremamente confiável. “Na medida do possível, poderão acontecer reduções de preços ou pelo menos promoções, dentre outras coisas”, conclui.

Funcionalidades

O usuário do Preço da Hora Bahia pode ver na tela do app, após realizar a pesquisa do valor de um determinado produto, o dia e a hora de realização da última venda da mercadoria, além de telefone e rota para se chegar ao estabelecimento onde ela está à venda. É possível também acessar um gráfico com o histórico de preços do produto e cotar rapidamente uma lista de até 40 itens, obtendo os cinco melhores preços na cidade.

Outra função muito útil do app, que permite aos consumidores baianos economizarem e ficarem o mínimo possível de tempo na rua em tempos de pandemia, é a que apresenta um mapa apontando os três estabelecimentos com os preços mais baixos por produto na região delimitada pelo usuário, que pode ter o diâmetro de um a trinta quilômetros. Vale lembrar que o diâmetro busca em linha reta a partir da sua localização, mas a distância do trajeto será um pouco superior em função do traçado das ruas.

O diretor de Produção de Informações da Sefaz-BA, Jadson Bitencourt, esclarece que os preços que aparecem no app são obtidos das informações de notas fiscais na medida em que são emitidas, mas que o estabelecimento não é obrigado a garantir um valor que tenha sido praticado em promoção ou situações como vendas a usuários fidelizados, descontos por pagamento à vista, promoções-relâmpago, entre outras.

O Preço da Hora Bahia exibe o preço praticado e o eventual desconto concedido. Por esta razão, principalmente quando encontrar preços muito menores que os de costume, o consumidor deve ligar para a loja e confirmar se o preço permanece o mesmo. Isto pode ser feito diretamente do aplicativo, que exibe o telefone informado pelo estabelecimento na nota fiscal.

Cantor Miller Ramos lança EP de Pagode Baiano

O cantor e compositor Miller Ramos, ex-vocalista da Banda Paparicco, lança às 12h da próxima sexta-feira (25/09), o EP Pode Dançar, com quatro faixas inéditas, que serão...

Cantora Pamela Hutchinson morre aos 61 anos

A cantora Pamela Hutchinson, do tema 'Best of My Love', do grupo The Emotions, morreu aos 61 anos. Representantes da banda confirmaram a notícia no Facebook. "Estamos...

Me Gusta: pagodão do ÀTTØØXXÁ, banda Didá e Salvador no novo clipe de Anitta

Fotos e vídeo: divulgação Promessa de novo hit, que será lançado nesta sexta (18), a nova canção da cantora carioca tem produção musical e identidade baiana do grupo...

FGM participa de mostra audiovisual online nesta terça-feira (15)

A Fundação Gregório de Mattos participa, nesta terça-feira (15), da 16ª edição do Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (Enecult), apresentando documentários e curtas-metragens premiados por meio...