Gilberto Gil afirma que Jorge Ben Jor representava “uma manifestação clara da afirmação da grandeza negra”

O cantor e compositor Gilberto Gil, 78 anos, comentou sobre racismo e o seu processo de entendimento do problema, na noite de quarta-feira (05/08), durante o programa Conversa com Bial, da TV Globo. O artista relembrou sua infância na cidade de Ituaçu, no interior baiano. Por ter pais reconhecidos na cidade, ele não se sentia uma vítima de racismo, mas que essa realidade mudou com os anos.

“Só fui perceber essas questões graves da vida no mundo muito mais tarde. Já no colégio, no ginásio”, afirmou, acrescentando que no novo colégio de elite, dentre centenas de alunos, tinham apenas “10 negros na melhor das hipóteses”. E foi na escola que ele percebeu “o racismo, discriminação, o deslocamento social que aquele grupo étnico sofria”.
Gil ainda cita a importância de Jorge Ben Jor em seu processo de conscientização das dificuldades do negro na sociedade, pois o cantor abordava temas negros e representava “uma manifestação clara da afirmação da grandeza negra”.

Brasil chega a 15,19 milhões de casos e 422,3 mil mortes por covid-19

O Brasil registra, até o momento, 422.340 mortes por covid-19. Em 24 horas, foram confirmados 1.024 óbitos e 38.911 novos casos. No total, 15.184.790 casos foram diagnosticados...

Motorista flagrado com 1500 munições de fuzil

Uma carga com 1500 munições de fuzil AK e uma pistola Glock 9mm com dois carregadores foi apreendida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na tarde deste domingo(09/05),...

Governo baiano prorroga toque de recolher até 17 de maio

O Governo do Estado decidiu prorrogar a restrição da locomoção noturna de pessoas das 21h às 5h, em toda a Bahia, até o dia 17 de maio....

Festa de aniversário termina com 7 mortos

Sete pessoas morreram, neste domingo (09/05), durante um tiroteio em uma festa de aniversário, onde família e amigos se juntaram, em Colorado Springs, nos EUA. A polícia...