Justiça determina extinção do mandato do prefeito de Itabuna

A pedido do Ministério Público da Bahia, a 1ª Vara da Fazenda Pública determinou a extinção do cargo do prefeito eleito de Itabuna, na região sul do estado. Além da perda do mandato, Fernando Gomes (PTC) também teve a suspensão dos direitos políticos por três anos por improbidade administrativa.

O presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Ricardo Xavier (Cidadania), já foi notificado oficialmente sobre a decisão do judiciário e deverá notificar o vice-prefeito, Fernando Vita, para que o mesmo possa ser empossado.

No início do mês de julho, durante um anúncio feito nas redes sociais sobre as ações de abertura do comércio no município durante a pandemia do novo coronavírus, Fernando Gomes fez um comentário que causou polêmica. O até então prefeito de Itabuna declarou que iria reabrir o comércio local “morra quem morrer”.

Bahia registra 4.049 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.049 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,0%) e 3.105 recuperados (+0,8%). Dos 416.734 casos confirmados desde o...

Na Goméia de São Caetano, traficantes comemoram soltura de líder de facção

Os traficantes da Goméia de São Caetano, em Salvador, estão em festa nesta sexta-feira (04/12). O motivo é inacreditável: o líder da facção Bonde do Maluco (BDM),...