Quatro conselhos para cuidar de cães mais idosos

Assim como os humanos, o tempo também passa para os nosso melhores amigos. Algumas das mudanças são fáceis de perceber: os seus pelos ficam mais esbranquiçados e a sua energia diminui. Mas, há mais. O cão pode também não ter tanto apetite ou vontade de passear e brincar.

Ao envelhecerem, os cachorros necessitam de outros cuidados, quer na sua rotina diária ou dieta. Saiba mais.

Quatro conselhos para lidar com cães idosos:

As necessidades nutricionais e calóricas do bicho mudam e por isso deve falar com um veterinário para estar a par de possíveis alterações que deva aplicar na alimentação do animal.

Exercício

Cães mais velhos sofrem comumente de problemas de fôlego e têm dificuldade de locomoção. Ainda assim, deve manter os passeios – ainda que mais curtos e lentos – para evitar que o animal sofra de doenças como obesidade, diabetes ou patologias cardíacas.

Preste atenção à temperatura

À medida que envelhecem os cães, tal como nós, tendem a sentir mais frio. Isto se deve ao fato de que a pele do cachorro se torna progressivamente mais fina. Atenção às caminhadas nos dias muito frios e demasiado quentes!

Idas frequentes ao veterinário

O avançar da idade é infelizmente sinônimo de mais doenças, deverá ir ao veterinário com o seu cão idealmente de seis em seis meses.