Usar óculos reduz risco de infeção por coronavírus, afirma estudo

Cientistas do hospital da Universidade de Nanchang apontam que os olhos constituem uma das principais formas do vírus entrar no corpo humano.

Os investigadores argumentam que os óculos podem assim agir como uma barreira, impedindo que a Covid-19 se associe aos receptores ACE-2 – as proteínas que servem de ‘porta de entrada’ para o novo coronavírus.

O novo estudo, publicado no JAMA Ophthalmology, analisou 276 pacientes admitidos naquela unidade hospitalar doentes com Covid-19 entre 27 de janeiro e 13 de março.

No decorrer da análise, os especialistas apuraram que 30 indivíduos (10.9%) usavam óculos, incluindo 16 casos de pessoas que viam mal de perto e 14 que observavam mal à distância.

Desses pacientes, 16 (5.8%) afirmaram usar os óculos por períodos de tempo prolongado – o que foi definido como utilizar o acessório durante mais de oito horas por dia.

Os cientistas compararam estes valores com um estudo de há 35 anos, com estudantes entre os sete e os 22 anos na provínicia de Hubei, que determinou que 31.5% das pessoas que viam mal de perto usavam óculos.

Ou seja, esses participantes teriam atualmente entre 42 e 57 anos – valores próximos à idade mediana de 31 para os doentes com Covid-19.

O que por sua vez, sugere que a maioria da população está 5.4 vezes mais predisposta a usar óculos diariamente, comparativamente aos que foram diagnosticados com o novo coronavírus.

Os autores, liderados pelo investigador Weibiao Zeng, escreveram: “o nosso principal achado indica que não existem muitos pacientes com Covid-19 que utilizem óculos por um período extenso todos os dias, o que pode levar a evidências preliminares que quem utiliza óculos diariamente está menos suscetível à Covid-19”.

Tendo como base os dados apurados, os investigadores sugerem que os óculos podem “prevenir ou desencorajar os indivíduos de tocar nos olhos, daí evitando que ocorra a transferência do vírus das mãos para a vista, fazendo com que quem use óculos frequentemente raramente fique infetado com o SARS-CoV-2”.

Primeira cirurgia gravada em 360º no Brasil é de hospital baiano da Rede Ebserh

O Hospital Universitário Professor Edgard Santos (Hupes/UFBA), ligado à Empresa Brasileira de Recursos Hospitalares (Ebserh), vinculada ao Ministério da Educação, foi destaque no Congresso Paulista de Urologia....

Fiocruz: 130 milhões podem receber vacina de Oxford em 2021

A vacina contra covid-19 que será produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com a farmacêutica Astrazeneca e a Universidade de Oxford deve chegar a 30...

Butantan anuncia que testes da CoronaVac chegaram à fase final

Chegou à fase final o estudo clínico da CoronaVac, a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com biofarmacêutica Sinovac Life Science. De acordo com informações do...

Sem máscara, secretário de Saúde participa de feijoada e show de Magary Lord em Salvador

Aos veículos de comunicação, o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, cobra diariamente da população o uso de máscara e o respeito as normas sanitárias, a exemplo...