PM lança esquete digital no Dia Nacional do Teatro

O Grupo de Teatro da Polícia Militar da Bahia se adaptou, se reinventou e segue utilizando a arte como forma de comunicar, com o lançamento do vídeo ‘Sertanejo’ nas redes sociais institucionais, neste sábado (19), quando é comemorado o Dia Nacional do Teatro, uma das manifestações artísticas mais antigas da humanidade.

Dos palcos para a internet, o Grupo de Teatro da PM vem divulgando vídeos institucionais lúdicos, com temática atual, utilizando da comédia ao drama, com músicas, direção e gravação realizadas pela própria equipe. “Somente nesse período de pandemia, tivemos um alcance de 100 mil visualizações online em redes sociais e sites de veículos de comunicação. Estamos nos dedicando para produzir vídeos, assim como lives apresentando pequenas esquetes, musicais e espetáculos nesses formatos num momento atípico. Apesar do distanciamento social, a comunidade precisa da arte”, ressalta o cabo Gabriel Matos.

“A história contada no vídeo ‘Sertanejo’, através de visão artística e simbólica, representa o lamento de um povo sofrido que vence uma luta para viver. A produção estimula uma reflexão sobre o momento em que vivemos, de luta, apesar de contextos diferentes”, explica o coordenador do Grupo, subtenente Rainer Kruppe. O espetáculo adaptado tem texto do sargento Anselmo, imagem e edição do cabo Gabriel Matos.

Fundado há pouco mais de duas décadas, o Grupo de Teatro da PM hoje é composto por uma equipe de 16 atores, todos policiais militares. As performances são inspiradas nas temáticas mais diversas, como prevenção às drogas, ética, cidadania, cultura, cuidados com a saúde, combate a homofobia, racismo, intolerância religiosa e violência contra a mulher, sendo apresentadas em escolas, praças, comunidades, empresas públicas e privadas dentro e fora da Bahia.

O objetivo é também ressignificar a função policial militar, com aproximação da comunidade. Todos os trabalhos criados pelo grupo de teatro da PMBA são gratuitos e criados pelos seus componentes.

Patrulha do Bem

Os policiais integrantes do grupo também desenvolvem o projeto social Patrulha do Bem, no período de folga, para levar entretenimento, música e arte com alegria e palavras de conforto a um público que se encontra em hospitais, asilos, abrigos e instituições filantrópicas. Dessa forma, é possível estimular o sentimento de solidariedade e compromisso social na tropa.

Com sensibilidade e emoção, a arte educa e consegue imprimir mensagens de forma lúdica para um público diversificado. Por isso, o grupo também consegue comunicar com adolescentes em escolas, inclusive no enfrentamento contra a drogas, numa ação do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd).

Motorista de aplicativo é atacado por traficantes em Plataforma

Dois traficantes tentaram parar um motorista de aplicativo que seguia na Avenida Suburbana e atiraram quatro vezes contra o veículo, na noite desta segunda-feira (23/11). O caso...

PRF apreende meio milhão de reais em cocaína na Bahia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu um veículo que transportava 15 kg de cocaína, o que equivale no mercado mais de meio milhão de reais. O fato...

Arsenal com 2 fuzis e 23 pistolas são apreendidos com passageiro de ônibus na Bahia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na manhã desta segunda-feira (23/11), dois fuzis calibre 556 e 23 pistolas calibre 9mm durante fiscalização na BR-116, em Vitória da...

‘Ajeita’ executa jovem em São Caetano; população pede socorro

As cenas de domingo (22/11) com tiroteios, homens armados e uma execução no bairro de São Caetano voltaram a se repetir na tarde de hoje, conforme um...