Prêmio das Artes Jorge Portugal, da Funceb, tem inscrições abertas até segunda-feira (19)

Lançado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia, o Prêmio das Artes Jorge Portugal segue com inscrições abertas até 19 de outubro (segunda-feira), no site da no site da Secretaria de Cultura do Estado (Secult). O edital, que tem recurso de R$ 24 milhões, vai premiar 380 propostas que estimulem a criação, formação, produção, difusão, memória e pesquisa das Artes no estado da Bahia e que sejam difundidas através de plataformas virtuais.

Poderão concorrer propostas inéditas das linguagens artísticas que possam ser apresentadas virtualmente, nas sete linguagens artísticas geridas pela Funceb (Literatura, Música, Teatro, Audiovisual, Artes Visuais, Dança e Circo).

- publicidade -

O Prêmio das Artes Jorge Portugal homenageia o educador, compositor, comunicador, poeta e ex-secretário de Cultura do Estado, Jorge Portugal, falecido em agosto deste ano. Um reconhecimento de seu enorme legado enquanto artista e gestor da Cultura na Bahia, com o intuito de reverenciar a memória da sua marcante expressão em nosso cenário cultural.

A chamada contemplará propostas apresentadas por artistas, criadores, produtores e grupos artísticos exclusivamente do Estado da Bahia. O Prêmio vai selecionar 46 propostas de Artes Visuais, 48 de Audiovisual, 44 de Circo, 43 propostas de Dança, 46 de Literatura, 97 de Música e 56 propostas de Teatro, totalizando recursos no valor de R$24 milhões aplicados neste Prêmio.

Seguindo a recente recomendação do Ministério Público Estadual, a Funceb também garantirá uma cota de 50% sobre o valor total dos prêmios para proponentes auto declarados negros. Para além da aplicação da cota racial regulamentada, haverá pontuação adicional para o proponente que se auto declarar mulher, transgênero, travesti ou residir no interior do estado. Trata-se de uma ação afirmativa que tem como objetivo valorizar a participação destes atores sociais na direção ou produção executiva dos projetos, assim como a presença de empresas produtoras do interior do estado.

Programa Aldir Blanc Bahia

Criado para a efetivação das ações emergenciais de apoio ao setor cultural, o Programa Aldir Blanc Bahia (PABB) visa cumprir os incisos I e III da Lei Aldir Blanc (Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020) e suas regulamentações federal e estadual. As ações são a transferência da renda emergencial para os trabalhadores e trabalhadoras da cultura, e a realização de chamadas públicas e concessão de prêmios. O PABB tem execução pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, geridas por meio da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias; e as suas unidades vinculadas: Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural.

Reclamações na Black Friday crescem 45% nas primeiras horas do evento

O site Reclame Aqui já registrou 4.850 reclamações na Black Friday, desde o início do monitoramento na última quarta-feira, até as 6 horas desta sexta-feira, 27. De...

Congresso prorroga prazo de validade de duas MPs por mais 60 dias

O prazo de validade das Medidas Provisórias 1.005, que dispõe sobre o estabelecimento de barreiras sanitárias protetivas de áreas indígenas, e a 1.006, que aumenta a margem...

“Movimento precipitado” do Patriota contra Bruno Reis pega mal

O movimento de um importante integrante do Patriota, na manhã desta sexta-feira (27/11), pegou mal nos bastidores da política e foi visto no Palácio Tomé de Sousa...

Ex-secretário de Meio Ambiente de Jequié é acusado de improbidade na emissão de licenças ambientais ilegais

O ex-secretário de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente Carlos André dos Santos e o ex-diretor de Meio Ambiente Cauan Peixoto Sampaio, do município de Jequié, foram acusados...