Corretora de seguros droga colega com café por 9 meses para não ser demitida

Moradora de Piemonte, na Itália, Mariangela Cerrato, 53 anos, foi presa após adulterar a bebida de uma colega de trabalho. A mulher trabalhava como corretora em uma seguradora e drogou a outra por nove meses.. Ela passou a ouvir boatos de que haveria corte de funcionários. Com medo, decidiu agir. Ela começou a se oferecer para buscar café para os colegas. Por exercer as mesmas funções que sua vítima na empresa, iniciou o processo criminoso.
De acordo com o site Aventuras na História, no momento do preparo do café, Mariangela inseria pó de benzodiazepina na bebida da colega. Não demorou muito para a vítima perceber uma mudança na rotina, até que um dia bateu com o carro em uma árvore.

Ao procurar um médico, descobriu que não havia nada de diferente em seu organismo. Desconfiada, tirou alguns dias de folga e notou que sentia-se melhor.

“A droga induz fadiga, dores de cabeça, tontura e dores musculares, e o ritmo de trabalho da minha cliente diminuiu depois que ela bebeu os cappuccinos”, disse o advogado da mulher, Cristiano Burdese.

O objetivo de Mariangela era tirar a colega de cena e garantir seu trabalho na empresa. Mas a vítima descobriu tudo ao retornar: aceitou o café preparado pela outra e deixou uma dose a fim de levar o líquido para análise.

Descobriu-se, então, que o cappuccino continha quantidade “extremamente alta” da droga. A mulher acionou a polícia, que decidiu filmar a ação de Mariangela. Mesmo com a prova, a italiana negou, mas foi presa.

O julgamento dela ocorreu recentemente, embora o crime tenha ocorrido em 2017. Condenada, ela descobriu no tribunal que, na época, a empresa não tinha planos de demitir funcionários e, sim, de recrutar novos trabalhadores.

Mulher receberia mil reais para entregar droga em Salvador avaliada R$1,3 milhão

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia prendeu uma mulher de 40 anos e apreendeu 11 kg de pasta base de cocaína, em Vitória da Conquista, no...

Operação Resguardo combate crimes contra a mulher em toda Bahia

No Dia Internacional da Mulher, suspeitos de ameaça, tentativa de feminicídio, lesão corporal, descumprimento de medida protetiva, estupro, importunação, entre outros crimes, são alvo da Operação Resguardo,...

Mulheres ainda são minoria em cargos de liderança e na ciência

Apesar da luta histórica das mulheres por igualdade, a presença feminina em postos de liderança e em áreas de destaque, como a ciência e a política, ainda...

Cinco pessoas da mesma família morrem de Covid-19 no sudoeste baiano

Cinco pessoas da mesma família morreram em decorrência da Covid-19, em menos de um mês, na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. A última...