Policial morto por galo ao tentar parar luta ilegal

Um policial nas Filipinas foi morto por um galo ao tentar parar uma luta ilegal entre estes animais, segundo a CNN. A polícia da província de Samar Norte revelou que o tenente Christian Bolok foi atingido pela lâmina que foi colocada na pata do galo, uma prática habitual nestas lutas.

A lâmina cortou a artéria femoral de Bolok quando este tentava confiscar o galo. “Foi transportado de urgência para o hospital mas foi declarado morto ao chegar devido à elevada perda de sangue”, esclareceu a polícia de Samar Norte.

Foram detidas três pessoas nesta luta ilegal de galos e as autoridades identificaram mais três suspeitos, mas estes conseguiram fugir, de acordo com a Philippines News Agency. A polícia confiscou no total sete galos e apreendeu 550 pesos em numerário (cerca de dez euros).

As lutas de galos têm uma longa tradição nas Filipinas, mas foram proibidas em agosto deste ano depois das autoridades terem verificado que estavam na origem de contágio pelo coronavírus. Estas lutas ilegais decorrem em locais clandestinos para evitarem serem detectadas pelas autoridades.

Motorista de aplicativo é morto em Canabrava

Um motorista de transporte por aplicativo foi assassinado na noite deste sábado (27/02), no bairro de Canabrava, em Salvador. O crime aconteceu na Rua Paulo Souto, localidade...

Lista inédita de animais encontrados no Ceará é lançada

Tatus, onças pardas e baleias são alguns dos animais encontrados no Ceará e que integram um dos primeiros inventários de fauna realizados em âmbito estadual no Brasil. A...

Brasil tem 254 mil mortes por covid-19

O Ministério da Saúde divulgou hoje (27) novos números sobre a pandemia de covid-19 no país. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil tem...

Pesquisa: cepa do Amazonas do coronavírus gera mais carga viral

Um estudo coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Amazônia constatou que a carga viral de pacientes contaminados pela cepa P.1 do novo coronavírus (SARS-CoV-2), uma variante provavelmente...