Revalida: Prova será aplicada em 13 cidades brasileiras

OExame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2020 será aplicado em 13 cidades. O número de locais de aplicação aumentou em relação à edição anterior, em 2017, quando foram dez municípios. Neste ano, a primeira etapa do exame será aplicada em Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

O participante opta pela cidade onde fará a prova por meio do Sistema Revalida. Já para saber o local de prova, é necessário conferir o Cartão de Confirmação da Inscrição, que estará disponível a partir da segunda-feira (23). Entre outras informações, o cartão contém número de inscrição, data, hora e local do exame. O documento poderá ser acessado na Página do Participante.

Ao todo, 16.452 médicos se inscreveram para a edição 2020 do Revalida. Do total de inscrições, 15.498 foram confirmadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do exame.

A primeira etapa do Revalida 2020 será aplicada no dia 6 de dezembro e seguirá o horário de Brasília. A abertura dos portões ocorrerá às 7h (manhã) e às 14h30 (tarde). Já o fechamento será às 7h45 (manhã) e às 15h15 (tarde). As provas começam às 8h (manhã) e às 15h30 (tarde). O término será às 13h (manhã) e 19h30 (tarde).

Segunda etapa
Somente os aprovados na primeira etapa podem participar da segunda etapa. Uma novidade desta edição é que, se o médico formado no exterior reprovar na segunda etapa, poderá se reinscrever diretamente nessa fase, nas duas edições consecutivas. Anteriormente, era necessário fazer todo o processo desde o início. Cronograma, diretrizes e procedimentos da segunda etapa serão publicados, posteriormente, em edital próprio.

Revalida
O exame é aplicado pelo Inep desde 2011 e tem o objetivo de verificar a aquisição de conhecimentos, habilidades e competências requeridos para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS), em nível equivalente ao exigido dos médicos formados no país. A revalidação do diploma é responsabilidade das universidades públicas que aderirem ao instrumento unificado de avaliação representado pelo Revalida.

Cai o número de casos e mortes causados pela Aids no país

Neste 1° de dezembro, lembrado como Dia Mundial de Luta contra a Aids, o Ministério da Saúde apresentou dados que mostram queda no número de casos de...

Reino Unido aprova vacina da Pfizer e diz que vacinação começa semana que vem

O Reino Unido anunciou nesta quarta-feira (2) que aprovou a vacina contra a covid-19 das farmacêuticas Pfizer e Biontech. Segundo o governo, a campanha de vacinação já...

Bahia registra 3.118 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.118 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,8%) e 2.902 recuperados (+0,8%). Dos 406.189 casos confirmados desde o...

Teste rápido para HIV em 120 postos de saúde de Salvador

Adultos de 20 a 29 anos, majoritariamente do sexo masculino e cor parda são as principais características do perfil de pacientes diagnosticados positivos para Aids em Salvador....