Laticínio de agricultores familiares é certificado pela Adab em Curaçá

O Piemonte Norte do Itapicuru, na Bahia, concentra o maior rebanho de caprinos do mundo e junto com o Território do São Francisco passa a contar com o segundo laticínio oriundo da agricultura familiar e administrado por pequenos criadores unidos em cooperativa. Certificada, na quarta-feira (18), com o selo SIE (Serviço de Inspeção Estadual) da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), a Sabor do Sertão reúne a força de 300 famílias do distrito de Poço de Fora, município de Curaçá, que há duas décadas colecionam experiência na criação dos animais e na retirada do leite de cabra, e que agora, comemoram a oportunidade de processar 1 mil litros de leite diários e 100 quilos de queijo. “Porém a produtividade pode multiplicar por quatro com poucas melhorias que já estão em estudo”, prevê André Germani, gerente de Sustentabilidade da Mineração Caraíba, sediada em Jaguarari, município que abriga o primeiro laticínio financiado pela empresa como contrapartida social, pactuada com o governo da Bahia, pela atuação na região.

A Adab certificou o primeiro dos oito laticínios previstos para funcionar no semiárido baiano e projetados pela Caraíba, no final do ano passado, no distrito de Pilar, em Jaguarari. “Através do selo conquistado pelo projeto, os cooperados estão credenciados a comercializar em toda a Bahia, e já com expectativa de aumentar o rol de produtos para o consumidor, alavancando a cadeia produtiva do leite. Esses dois pequenos laticínios já beneficiam mais de seis mil pessoas do entorno”, ressaltou o diretor-geral da agência, Maurício Bacelar, referindo-se ao futuro projeto para produção de iogurtes, diversos tipos de queijos e manteiga de cabra, por cada um dos empreendimentos.

Saltos maiores

A Diretoria de Inspeção de Produtos de Origem Agropecuária da Adab orienta a implantação dos laticínios e presta assistência direta aos produtores para que os projetos ganhem agilidade e possam promover rápida inclusão social da população rural. “Manter as famílias na terra natal, ganhando seu sustento, com perspectivas de ampliação dos negócios é o melhor presente que pode acontecer para quem mora em local de recursos escassos e com poucas possibilidades de trabalho”, festeja Eugênia Ribeiro, presidente da Associação de Criadores de Ovinos e dirigente da Cooperativa. “O laticínio traz dignidade a toda essa região, aos produtores, vendedores, comerciantes de insumos, agregando valor à economia e agradando aos homens, mulheres e jovens que precisam dessa esperança para continuar fixados aqui”, acrescenta.

A Sabor do Sertão inicia os trabalhos já de olho em saltos maiores, através da participação em licitações em Salvador e Juazeiro com o objetivo, de em 2021, oferecer novas oportunidades de trabalho e renda às mais de três mil pessoas envolvidas.

Morre Francisco Camargo, pai dos sertanejos Zezé e Luciano

Na manhã desta terça-feira (24), morreu o pai de Zezé di Camargo e Luciano, Francisco José de Camargo, de 84 anos, em um hospital em Goiânia. A...

TCA em Casa divulga programação da quarta semana de novembro

O Teatro Castro Alves (TCA) anuncia a programação da quarta semana de novembro do ‘TCA em Casa’, que tem ‘Terça da Música’, ‘Conversas Plugadas’, ‘Voltando aos Palcos’...

Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz ecoam música afro-baiana no Domingo no TCA

No Mês da Consciência Negra, o Teatro Castro Alves (TCA) traz ao Domingo no TCA um dos mais ilustres nomes da representação da música afro-baiana: Letieres Leite...

Casa do Benin reabre com programação especial

Um dos espaços mais importantes voltados para a cultura negra da cidade, a Casa do Benin foi reaberta para visitação após cerca de oito meses fechada por...