Magno Lavigne se antecipa de expulsão da Rede, pede desfiliação e desabafa

Candidato derrotado a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo deputado federal Bacelar (Podemos), em Salvador, o sindicalista Magno Lavigne pediu desfiliação do partido Rede, nesta sexta-feira (22/01). Ele era vice-presidente estadual ou segundo porta-voz.

De acordo com uma fonte do Informe Baiano, a Executiva Estadual da legenda havia aprovado na noite de ontem a abertura de um processo para expulsão do político, que ao saber, teria se antecipado.

Alguns integrantes do partido acreditam que Lavigne não estaria cumprindo o objetivo coletivo e “só fazia tirar fotos com os deputados Bacelar e Jacó (PT)”. Além disso, teria declarado apoio aos dois parlamentares, que não são do partido, para as eleições do ano que vem.

Em texto publicado nas redes sociais, Lavigne aponta as causas para a sua desfiliação. O pedido foi enviado ao dirigente nacional Pedro Ivo Batista. Leia abaixo na íntegra.

“Ao Senhor Pedro Ivo Batista  Porta-voz  Nacional da Rede Sustentabilidade.
Caríssimo Amigo Pedro.
Pedido de Desfiliação: 

Depois de muita reflexão e sobretudo pelo que ocorreu nos últimos dias, nos grupos de WhatsApp do partido, cheguei à conclusão que não existe mais clima para continuar no quadro de filiados da agremiação na Bahia e parte dos motivos irei expor a seguir:

Após ler vários estatutos partidários e ver no projeto Rede Sustentabilidade o mais belo dos belos, saí chamando amigos e atraindo quadros ligados ao movimento sindical, ao movimento popular, setores movimento ambientalista, do trânsito e vida, para juntos fazermos parte de um projeto partidário.

Era um sonho que pareceu, a princípio, ter sido assimilado também pelo conjunto da “antiga” direção partidária baiana,  mas aparentemente houve apenas um recuo tático, onde fomos utilizados para justificar a permanência dos encastelados no poder. Duvidam? Vejam os que já saíram antes de nós, vejam os que tentaram entrar de coração aberto e foram barrados só por medo da sombra, vejam o nível de violência que me trataram ontem numa reunião a qual não pude estar presente, vejam as calúnias expressas por esse pessoal.  

É importante salientar que nossa passagem pela Rede Sustentabilidade, mesmo com todos os entraves, foi coroada de êxitos:
– Conseguimos ajudar a reorganizar o partido que estava praticamente desmontado em Salvador, Alagoinhas, Itabuna, Camamu, Juazeiro, Catu, Maragogipe entre vários outros municípios;

–  Trouxemos mais de 200 militantes sindicais para se filiarem ao partido;
-Trouxemos para Rede todo um grupo de intelectuais e militantes na área de trânsito e mobilidade;
– Ajudamos a organizar o Elo Sindical Nacional, atraindo militantes sindicais importantes de muitos estados brasileiros;
– Em Salvador, nossa maior base, a Rede, com nosso empenho, praticamente triplicou a sua votação da eleição de 2016 e lançou 50 candidatos a vereador, sendo que cerca de 40 tem alguma ligação conosco;
– Participamos de uma campanha majoritária para prefeito na capital, como candidato a vice prefeito, onde nossas bandeiras foram assumidas pelo candidato aliado;
– Ajudamos a atrair militantes ambientalistas de renome nacional para a agremiação.

Tudo isso foi feito com o único intuito de construção, nada que façam ou digam nossos detratores, diminuirá o saldo muito positivo, que nosso um ano de militância trouxe para a Rede Sustentabilidade.
No entanto, pasmem, enquanto participavade uma eleição dura, vimos quadros da direção partidária trabalharem para sabotar a Rede, declarando votos em outros candidatos e tratando  o fundo eleitoral não como um instrumento de crescimento partidário, mas como uma arma de cooptação e destruição dos considerados “inimigos internos”, prejudicando principalmente o partido.

Passaram por cima das instâncias partidárias, me tiraram do cargo de Porta Voz Estadual, sem sequer me dar o direito de defesa, e ainda agora inclusive,  ameaçando-nos de desfiliação coletiva, entre outras coisas. Ações belicosas e hostis orquestradas e facilmente vistas nos grupos de Whatsapp do partido na Bahia, são a prática.
 
Já, aos dirigentes nacionais do partido, tenho todo respeito, admiração e carinho, são seres humanos de caráter ímpar e verdadeiros construtores partidários. 
A quem sai não cabe apontar caminhos, mas não posso deixar de ressaltar que a Rede na Bahia será apenas um belo projeto enquanto tiver uma direção com tendência patrimonialista.

Infelizmente não tenho mais condições de estar no mesmo barco com pessoas que intoxicam o ar e matam sonhos. Não posso mais conviver com os constantes ataques internos, com as reuniões na madrugada feitas para atacar as famílias de companheiros. Não dá para conviver sem confiança. Continuarei torcendo que o futuro seja para os que ficam de bom coração, cheio de vitórias.

Em respeito a direção nacional, mesmo sabendo que a luz da lei, dos estatutos partidários, da moral e do direito a eles não resta razão alguma, quero sair na paz, para não transformar o partido em campo de batalha público que no final iria expor e fragilizar ainda mais a agremiação. Direi  somente as coisas boas que aprendi no convívio de alguns que considero amigos,esses levarei e preservarei por toda minha vida. No entanto, não posso deixar de estar pronto a defender meu nome e minha honra, na política e na lei, caso necessário. 

Por fim, reitero o meu pedido de desfiliação da Rede Sustentabilidade.

Salvador, 22/01/2021
Magno Rogerio Carvalho Lavigne”.

Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões

O número de pessoas que não resistiram à covid-19 no Brasil subiu para 264.325. Em 24 horas, foram registradas 1.555 mortes. Há ainda 2.909 óbitos em investigação...

Prorrogadas, até 15 de março, medidas restritivas em Salvador e região metropolitana

Serão prorrogadas as medidas mais restritivas até as 5h do dia 15 de março (segunda-feira), em Salvador e região metropolitana. Desta forma, seguirá sendo permitido apenas o...

Força-Tarefa fiscaliza orla e bairros de Lauro de Freitas para garantir cumprimento das medidas restritivas 

  Equipes de fiscalização da Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas intensificaram as ações em todo o município, neste sábado (06). Atuaram nas praias de Ipitanga, Buraquinho e...

Número de vacinados contra a covid-19 no Brasil chega a 7,9 milhões

O número de pessoas vacinadas contra a covid-19 no Brasil chegou a 7.941.173 nesta sexta-feira, 5, segundo dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa. O crescimento...