Novo partido de Bolsonaro, Patriota será comandado na Bahia por Alexandre Aleluia e Dra. Raíssa

O presidente da República Jair Bolsonaro já decidiu que sua nova casa partidária é realmente o Patriota, que é liderado nacionalmente pelo ambientalista Adilson Barreto, considerado um dos principais aliados do governo. O anúncio oficial deve ocorrer em fevereiro.

Na Bahia, as articulações estão sendo concretizadas e de acordo com a fonte do Informe Baiano, o presidente estadual deve ser o vereador de Salvador, Alexandre Aleluia, que disputará uma vaga para a Câmara Federal. O político tem forte ligação com os filhos do presidente, em especial o deputado federal Eduardo Bolsonaro, seu amigo pessoal.

A missão de assumir a vice-presidência do Patriota será da médica e secretária de Saúde de Porto Seguro, Raíssa Soares. A ideia da família Bolsonaro seria lançar a profissional de Saúde para o Senado Federal, onde o presidente quer contar com uma forte bancada, sobretudo, para “combater eventuais abusos” do Supremo Tribunal Federal (STF).

Ainda de acordo com a fonte do IB, o presidente, junto com seus articuladores, querem “unir a direita” no estado. Outras figuras relevantes para Bolsonaro, a exemplo dos deputados estaduais Capitão Alden e Talita Oliveira, além do ex-candidato a prefeito da capital Cezar Leite, estariam no radar. Porém, os três ainda não foram convocados.

Já o atual presidente do partido, Alexandre Marques, deve ser expulso, pois é visto como “comunista” pela cúpula em Brasília.

Líder do partido em Salvador, onde elegeu três vereadores, Jean Sacramento tem a “simpatia de Brasília”, pois “apoiou” o presidente na última eleição, em 2018. Ao IB, foi cauteloso e lembrou que essa é uma “decisão da Executiva Nacional e o presidente estadual, Alexandre Marques, me disse desconhecer. Por enquanto são apenas especulações”.

“Se vier ter alguma conversa (de Bolsonaro no partido) é algo natural”. O dirigente disse ainda que o grupo que lidera “é muito unido” e “qualquer decisão será tomada coletivamente”. Também não negou preocupação com a possibilidade da Executiva Municipal ser “dissolvida”.

“Eu confio e acredito na melhor decisão do presidente nacional Adilson Barroso, assim como no vice Ovasco Resende, meu antigo presidente nacional no PRP. Eu defendo as bandeiras do partido, como a questão da família. O Patriota valoriza também quem tem voto, que é isso que representa nossa democracia. E caso seja concretizado, vamos discutir. Mas eu não vou cometer suicídio político”, finaliza.

Os vereadores soteropolitanos Sandro Bahiense e Robertas Caires se pronunciaram. Otimista, Bahiense acredita que “o partido pode crescer”. Ele atua na área da segurança pública e teve votação significativa nesse seguimento.

Já Caires disse que “desde que o Presidente da República, Jair Bolsonaro, e qualquer outro político que se proponha a se filiar à nossa sigla seja um defensor da democracia, do respeito, cooperação, paz e ordem social, que são alicerces e valores do Partido Patriota, que sejam todos muito bem-vindos”.

“Em relação ao vereador Alexandre Aleluia ser novo presidente estadual do Patriota, acredito que não passe de boato, já que ele acaba de ser eleito para a Câmara pelo
Partido Democrata”, acrescentou Caires. O vereador Daniel Rios não foi localizado.

Ala bolsonarista em Sergipe

A principal líder do Patriota no território sergipano é a vereadora de Aracaju Emília Correia. Fontes do IB garantem que a mesma não quer seu nome vinculado ao do presidente Jair Bolsonaro.

Entre os ‘bolsonaristas legítimos’, destaque para o suplente de deputado Cabo Amintas, que ficou famoso devido ao combate à corrupção no estado e ao programa nacional de TV Polícia 24 Horas. Defensor do presidente, costuma travar embates acalorados com petistas. Tem a simpatia do baiano Alexandre Aleluia.

Outro nome respeitado na terra do Caranguejo é do presidente da Associação dos Policiais Militares (Única), Wil Guerreiro, que é cabo da PM. Assim como Amintas, é bem visto na tropa e tem história de luta pela categoria em nível nacional.

“Nenhum jornalista pode ser constrangido a revelar a fonte”, diz ministro do STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, determinou em decisão liminar que as autoridades públicas no Espírito Santo abstenham-se de praticar atos que visem responsabilizar jornalistas...

Homem fica com aliança presa ao dedo e bombeiros são acionados

Um dedo inchado, um pouco ferido e uma aliança presa sem consegui ser retirada da forma tradicional. Foi nessa condição que um homem chegou ao quartel do...

Microempresas individuais puxam a criação de empresas em março

O mês de de março registrou a criação de 351.714 empresas no país, um aumento de 17,9% em comparação com igual período de 2020. A abertura das...

Peru desiste de sobretaxar confecções têxteis do Brasil

Depois de sete meses de investigação, o Peru desistiu de sobretaxas as importações de confecções têxteis (vestuário e produtos de cama, mesa e banho) do Brasil. A...