Vamos restringir o atendimento nas UPA’s a partir de segunda-feira, anuncia Leo Prates

O secretário de Saúde de Salvador anunciou na noite desta sexta-feira (26/02), durante entrevista ao apresentador Geraldo Júnior, do Programa Sete em Ponto, da rádio Metrópole FM, que a partir de segunda-feira (01/03), que as UPAs municipais e estaduais da capital baiana estarão restritas: “vamos restringir as UPAs para pacientes azul e verde. Ou seja, as UPAs só não atenderão pacientes sem gravidade. Por exemplo: uma dor de cabeça tem que ir pro posto de saúde”.

Conforme Leo, “isso vai durar de segunda até sexta-feira (05/03)” e um dos objetivos é que as unidades não virem “ponto de aglomeração do coronavírus”.

O secretário afirmou também que “qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS) poderá atender qualquer cidadão de Salvador com sintomas leves de Covid-19”.

“Ou nós nos consciêntizamos ou nós entraremos em colapso”, disparou Leo. O gestor da Saúde soterolitana acrescentou que as medidas mais restritivas anunciadas pelo governador Rui Costa e o prefeito Bruno Reis é o “último suspiro, última manobra” que as secretarias de Saúde tem para conter o coronavírus.

Por fim, alertou: “Tenho certeza que o próximo capítulo ninguém quer ver, ninguém quer ver pessoas morrendo” sem atendimento.

“Nenhum jornalista pode ser constrangido a revelar a fonte”, diz ministro do STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, determinou em decisão liminar que as autoridades públicas no Espírito Santo abstenham-se de praticar atos que visem responsabilizar jornalistas...

Homem fica com aliança presa ao dedo e bombeiros são acionados

Um dedo inchado, um pouco ferido e uma aliança presa sem consegui ser retirada da forma tradicional. Foi nessa condição que um homem chegou ao quartel do...

Microempresas individuais puxam a criação de empresas em março

O mês de de março registrou a criação de 351.714 empresas no país, um aumento de 17,9% em comparação com igual período de 2020. A abertura das...

Peru desiste de sobretaxar confecções têxteis do Brasil

Depois de sete meses de investigação, o Peru desistiu de sobretaxas as importações de confecções têxteis (vestuário e produtos de cama, mesa e banho) do Brasil. A...