Coronavírus: Afinal, qual é o risco de transmissão dentro de casa?

Uma nova pesquisa realizada por cientistas do Massachusetts General Hospital, nos Estados Unidos, avaliou o risco de transmissão de Covid-19 entre pessoas que moram na mesma casa e apurou que a probabilidade de um doente transmitir o vírus a outro indivíduo nesse espaço é de 10,1%.

os investigadores analisaram dados de mais de sete mil lares na cidade de Boston.

Inicialmente, os cientistas identificaram 7.262 pacientes infetcadoscom o novo coronavírus. Depois, identificaram outras pessoas que estavam registradas no mesmo endereço domiciliar desses pacientes.

Nesse seguimento, os especialistas examinaram detalhadamente os perfis de 17.917 pessoas que co-habitavam com os 7.262 pacientes que haviam sido anteriormente diagnosticados com Covid-19. A idade média desse grupo correspondia a 36.1 anos.

De acordo com a revista Galileu, ao analisarem os dados, os cientistas perceberam que 10,1% das pessoas que dividiam casa com os 7.262 diagnosticados com Covid-19 haviam posteriormente testado positivo para o SARS-CoV-2. Sendo que em média, esses indivíduos haviam sido diagnosticados somente três dias após os primeiros infectadosnas suas casas serem identificados.

Mais ainda, o estudo detectou que as pessoas com risco mais elevado de padecer de Covid-19 tinham mais de 18 anos e sofriam de outras doenças prévias. Entretanto, em casas de menor dimensão onde habitavam até duas pessoas, o risco de contágio subia para 13,8%.

Segundo os investigadores: “a principal limitação de nosso estudo é que confiamos nos endereços residenciais de nossos registos médicos eletrônicos, o que provavelmente levou a contagens tanto insuficientes quanto excessivas de membros da família”.

Contudo, e ainda assim, os cientistas creemque a consistência dos resultados pode levar a métodos mais eficientes para se determinar o risco de transmissão do novocoronavírus dentro de casa.

“Este estudo confirma um maior risco de transmissão familiar antes do início dos sintomas, mas que medidas preventivas, como uso de máscara, desinfecção e distanciamento social nas famílias, podem impedir a transmissão de Covid-19 durante a pandemia”, concluíram.