PT cita parceria de Sérgio Moro com FBI e CIA em “organização criminosa”

O presidente do PT de Salvador, Ademário Costa, comemorou a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda-feira (08/03), anulando todas as condenações contra o ex-presidente Lula promovidas pela Justiça Federal de Curitiba.

Segundo Ademário todas as condenações de Sérgio Moro contra Lula foram parciais. “Moro agiu como dirigente de uma organização política partidária, cuja a intenção não era fazer justiça, nem investigar a Petrobrás, mas organizar um esquema criminoso dentro da Justiça brasileira para destruir o PT e Lula”.

O dirigente também destacou que a Operação Lava Jato “era suspeita” e “cheias de vícios”. “Desde o início, o PT e Lula não estavam na denúncia original do doleiro Alberto Youssef, que gerou a Lava Jato, nem mesmo as condenações de Lula foram feitas na instância correta, que era pra ser na Justiça Federal, e não na Justiça de Curitiba. Nem um dos casos apurados contra o ex-presidente Lula têm a ver com a Petrobrás”, afirmou.

Ainda segundo Ademário, as denúncias do caso ‘Vaza Jato’, que deu acesso às conversas, realizadas entre o ex-juiz Sergio Moro e o promotor Deltan Dallagnol, além de outros integrantes Operação Lava Jato, mostraram que a defesa do ex-presidente Lula sempre estave certa.

“Moro e a 13 Vara Federal de Curitiba não poderiam ter recebido a denúncia, já que não tinham competência para isso, como o ministro Fachin declarou agora, além de vários crimes cometidos, coagindo testemunhas, fabricando delações e oferecendo denúncias falsas com o único objetivo de impedir a candidatura de Lula à presidência. Moro, orientou todo o esquema contra Lula para se favorecer com a candidatura e governo de Jair Bolsonaro”, destacou.

E completou “Os crimes da Lavo Jato, em parceria com o FBI, a CIA, e outros órgãos de agências internacionais, causaram um prejuízo de R$ 172 bilhões de reais para a indústria do petróleo no Brasil, e não conseguiram recuperar nem um décimo disso, trazendo desemprego e uma derrocada na economia brasileira. Tudo isso demonstra que a Lava Jato foi um ataque contra não só contra o PT e Lula, mas foi contra o Brasil, contra a soberania nacional. Moro e os procuradores precisam ser julgados, a História não lhes absorverá”.

Fachin atendeu a um habeas corpus apresentado pela defesa do ex-presidente que dizia que alegava incompetência de Curitiba para o julgamento dos casos do Triplex do Guarujá, do Sítio de Atibaia e da Instituto Lula.

Paulo Gustavo tem piora no quadro de saúde; ‘situação é crítica’, dizem médicos

O quadro de saúde de Paulo Gustavo teve piora, segundo boletim médico divulgado neste domingo (11). De acordo com a nota médica, “as fístulas bronco-pleurais identificadas e...

Covid-19: país tem 13,4 milhões de casos acumulados e 353,1 mil mortes

O balanço divulgado neste domingo (11) pelo Ministério da Saúde registra 37.017 novos diagnósticos de covid-19 em 24 horas. Esse dado eleva para 13.482.023 o número de...

Dois mortos e 5 baleados em Pernambués

Confrontos entre traficantes no bairro de Pernambués, em Salvador, deixaram sete pessoas baleadas e duas delas acabaram mortas, no início da noite deste domingo (11/04). A ocorrência...

China quer trabalhar com o Brasil para promover parceria estratégica

O conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, disse neste sábado (10) que a China quer trabalhar com o Brasil para promover...