Média de mortes por covid-19 duplica em um mês, diz Fiocruz

O país registrou ontem (18) 2.087 mortes diárias por covid-19, segundo a média móvel de sete dias, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O número é o dobro do observado há um mês (1.036 óbitos) e 54% superior às mortes de duas semanas antes (1.353).

Ontem foi o 23º dia consecutivo de recordes na média de mortes. O número de casos também atingiu um novo recorde nessa quinta-feira (71.871, segundo a média móvel de sete dias), 24% a mais que 14 dias antes (57.610) e 59% a mais que no mês anterior (45.245).

A média móvel de sete dias é calculada pela Fiocruz, em seu boletim Monitora Covid, através da soma dos números do dia com os seis dias anteriores e dividindo-se o resultado da soma por sete. Por isso, o dado é diferente daquele divulgado pelo Ministério da Saúde, que considera apenas os óbitos e casos confirmados em um dia.

Submetralhadora e revólver são apreendidos no Subúrbio

Uma guarnição da Base Comunitária de Segurança (BCS/Rio Sena) apreendeu, na noite de segunda-feira (12), uma submetralhadora e um revólver. O flagrante ocorreu, após confronto com cerca...

Cárcere privado em Cruz das Almas: mulher é libertada após agressões do marido

Uma denúncia recebida pela Delegacia Territorial (DT) de Cruz das Almas, no Recôncavo Baiano, resultou, na segunda-feira (12), na localização de uma mulher, de 26 anos, que...

Homem suspeito de roubo é preso em Cajazeiras

Um homem suspeito de roubo foi preso após tombar o carro que dirigia, enquanto fugia da polícia, nesta terça-feira (13), na Estrada Velha do Aeroporto, bairro de...

Grupo de mulheres utiliza frutas dos seus quintais para produção de geleias

Primeiro veio o canteiro econômico e a cisterna para produção. Junto com essas tecnologias produtivas, chegaram o Assessoramento Técnico Contínuo (ATC), as capacitações periódicas e, consequentemente, o...