Junior Muniz destaca trabalho da imprensa na pandemia e pede prioridade na vacinação

Primeiro Secretário da Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado Júnior Muniz (PP), defendeu a inclusão dos profissionais de imprensa, dos líderes religiosos e dos médicos veterinários, no rol das atividades essenciais do Estado e a consequente priorização no Plano Estadual de Imunização contra a Covid-19.

O parlamentar reconheceu as atividades como fundamentais ao interesse público e social. “Não há possibilidade de home office para determinados trabalhos. Os profissionais de imprensa permanecem firmes no estrito cumprimento de suas funções para manter a sociedade informada. Para desempenhar bem esse papel nas ruas, precisamos garantir essa tranquilidade com a vacinação. Do mesmo modo, os médicos veterinários têm sido indispensáveis, principalmente nos atendimentos emergenciais aos animais”, explicou Júnior Muniz.

Sobre a inclusão dos líderes religiosos, o deputado justificou que a pandemia afeta não somente quem está acometido pelo vírus. “Em meio ao caos, a assistência espiritual, o acolhimento, o conforto e o fortalecimento da fé são demasiadamente importantes para que todos nós suportemos as tribulações provocadas pela pandemia”, afirmou.

Júnior Muniz destacou que os nomes devem ser encaminhados pelo respectivo empregador, sindicato, associação, conselho e/ou instituição religiosa, sob pena de responsabilidade. Além do projeto de lei, uma forma de garantir a manutenção da prioridade para o futuro, o deputado também apresentou o assunto como indicação ao governador Rui Costa.

“O caminho por meio da indicação ao governador acelera o processo de inclusão. Tenho convicção de que Rui Costa está bastante sensível nas soluções para o combate a pandemia”, concluiu.

Últimas Noticias